Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

A Profecia Celestina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 A Profecia Celestina em Dom Set 14, 2008 5:41 pm

Ametista


Sou grata, Te Amo!!!!! cheers

Estamos assistindo e debatendo o filme " A Profecia Celestina", em nosso grupo de estudos, e hoje " viajando" pela internet, encontrei ( em Ingles), o resumo das 9 profecias. Seria interessante se todos pudessem ler o livro, assistir o filme, e quem sabe colocar suas opiniôes.
Sinto muito, Me perdoe, te amo, sou grata!
Myrian( Ametista)


http://www.youtube.com/watch?v=53RF2rJ4ZlA

2 Re: A Profecia Celestina em Seg Set 15, 2008 9:09 pm

depaula


Sinto muito me perdoe, te amo sou grata.

Eu fiz o estudo das Profecias Celestinas algumas vezes. Não gostei do romance. Mas gostei do guia, inclusive o da Décima profecia, em livro separado. O guia traz exercícios para nosso treinamento. Acho que posso dizer que coisas começaram a mudar em mim, após esses estudos. Achei ali, algumas coisas que eu ousava sonhar, e pensava que ninguém mais teria tal ousadia. Trata-se de um estudo muito difícil, porque temos de abrir mão de furtar energia dos outros. Para mim, foi uma revelação, saber que vivemos fazendo jogos para pegar energia humana, que é o maior vicio de todos. Falam tanto de outros vicios...Mas, pelo que entendi, este é o mais perigoso que existe, o mais venenoso. Nâo tive dificuldades em ver qual meu jogo predominante. Durante muitos anos, fui Coitadinha de Mim. Depois, passei a ser a Distante. Claro que todos nós, jogamos todos os jogos, mas a predominància minha, quando eu estava estudando, era o Distante. Sempre me trancando dentro do meu quarto, me afastando dos outros. De uma certa forma, talvez eu ainda seja assim, porque meu maior sonho no momento, é ascensionar, ir para um lugar seguro. Um tipo de ascenção que talvez só exista em minha mente, no meu coração. Tenho vontade de ir morar em outra dimensão. Em vida! Apenas ir. Agora veja o sonho...quero ir, levando meus bichos, minhas árvores, minhas plantas, minha casa, minha mãe, Luciana, Lita...todos que moram aqui. Very Happy Mas, podendo manter contato com quem ficar. Nesse ponto, eu não fugiria. Não me distanciaria totalmente. Apenas, saberia, que estaria segura. Fico com vontade de recriar o paraíso. Aqui. Mas, podendo viajar, podendo voar por aí...Enfim, quero ter raizes e asas. E com certeza, não quero absolutamente tomar a energia de ninguém. O afastamento, não teria o sentido de furtar energias, quando outros se aproximassem. Aprendi que tenho toda a energia que preciso, com o simples respirar.

Meu primeiro grupo de estudo terminou na oitava visão, que na verdade é um insigth, e não visão. O livro está muito mal traduzido. O motivo foi a luta pelo poder dentro do grupo. Não é engraçado? Houve pouco aprendizado. Na saída, todos os demais, usaram o jogo Distante para encerrar o estudo. Desapareceram. E quando fui saber a razão, uma delas, tirou a minha energia. Saí tonta da tentativa de encontro. Recusou a me receber. Os estudos eram em casa dessa senhora. Evidentemente, permiti que isso acontecesse. Ainda não sei como não permitir.

Terminei o estudo sozinha.

Algum tempo depois, recomecei apenas com uma senhora. Houve um drama com ela. Teve de ir embora da cidade. Foi por isso que não terminamos. Mas, não houve nenhum problema de luta pelo poder.

Em 2004, fui convidada para fazer parte de outro grupo. O mesmo problema aconteceu. Foram saíndo, assim que chegaram na visão sobre os jogos de poder. Uma das participantes, foi bem sincera. " Não quero estudar isso. Eu quero continuar a manipular as pessoas. Não consigo viver sem luta com os outros." No final, éramos em três. Mas, nós três, fomos até ao fim, e ainda estudamos a décima profecia. Valeu. No entanto, assim que terminamos, uma outra pessoa, que tinha começado o estudo e desistido, resolveu voltar para o grupo, a fim de participar de novos estudos. Ela veio, e as outras duas sairam sem se despedir. Sem explicações. Nunca mais voltaram. Ela ficou sentindo que tinham saído por causa dela. Não queriam sua presença. E foi mesmo. Houve confirmação algum tempo depois. O que significa que, embora tenham estudado, não pararam de jogar. Fizeram o jogo Distante.

Essa senhora que voltou, ainda hoje estuda comigo. Somos uma dupla atualmente. Nos encontramos geralmente, às segundas, ou quartas. Nós duas já vimos o filme das profecias. Foi curioso. Disse que finalmente, entendeu. Ela tinha deixado de estudar, porque estava também fugindo! Mas, agora, entendeu. " Se tivesse entendido antes, não teria deixado o grupo." Atualmente, estamos lendo juntas, o e-book hooponopono.

3 Re: A Profecia Celestina em Ter Set 16, 2008 11:01 am

Lena


Admin
Vou colocar parte do que vivenciei, Myrian...

Li o livro tbm, na época o achei interessante, mas o meu problema é que eu lia muito e ao final me frustrava, porque na realidade eu queria soluções... até o meu mais amado dos livros I Ching que me deu direções tão maravilhosas, hoje percebo o quanto ele pouco pode fazer por mim, na realidade eu só usava o poder de certas memórias de auto-contrôle para controlar outras memórias mais audaciosas e continuava na mente consciente o tempo todo...

Bem, de qualquer forma ficou mais válida as orientações quando comecei a associar em 1997 quando foi publicado o livro do Breno: Criatividade e Espiritualidade Seguindo os Passos da ‘Profecia Celestina’... ai eu já via soluções, por se tratar de essências florais que trabalhariam essas visões e a limpeza de memórias celulares e aí sim eu vi uma luz no final do túnel no sentido de domar as minhas ‘éguas devastadoras’ (vc vai entender melhor logo abaixo)... Exemplificando a primeira visão:

1ª Visão > significa um encontro (um despertar) com o propósito inerente às nossas vidas, o qual se manifesta através das misteriosas e inusitadas ocorrências do cotidiano. Trata-se de uma reconsideração do mistério inerente que cerca nossas vidas individuais no planeta Terra.

O Breno coloca em seu livro que no início, as pessoas que entram em contato com a primeira visão podem experimentar inquietação e insatisfação com a vida em comum, tédio e nervosismo, sensações alternadas de inspiração e de bloqueios de criatividade, em razão da iminente revelação do propósito espiritual profundo e do renascer da consciência... (essa visão falava literalmente de mim... ) silent

O Breno tbm fazia um paralelo muito interessante do homem ao despertar para a primeira visão e o primeiro setênio da criança, onde se nota semelhanças significativas. Dizia que esses primeiros sete anos da vida biológica na psicologia evolutiva antroposófica, ou seja o conhecimento do ser humano e o primeira visão da PC são manifestações do arquétipo revelado no primeiro grande trabalho de Hércules (alegorias de um herói grego que tinha por trás significados literais e utilizado de forma psicológica)... e como primeiro portal a ser vencido era: As Éguas Devoradoras de Homens, o que seria a captura das éguas devoradora de homens e a libertação dos povos submetidos ao jogo maléfico das mesmas.

Além do portal, em terras pantanosas, existem terríveis animais que dizimam tudo que vêem pela frente, amendrontando todos os moradores. Nosso herói conta com a ajuda de um amigo e, juntos, arquitetam um plano inteligente para aprisionar os animais. Eles encurralam as éguas e, após lançá-las uma a uma, festejam a vitória alcançada. Hércules, acreditando que sua tarefa estava encerrada, confia ao amigo a tarefa de conduzir os animais ferozes a um lugar seguro. Não tendo ele a mesma força e coragem do herói, tenta transportar os animais capturados, porém estes voltam contra ele, matando-o. Em seguida, mais ferozes do que nunca, retornam às terras anteriores, onde causam uma destruição sem igual. Hércules amargurado com a perda do amigo, sentindo-se culpado, sai ao encalço das bestas, recomeçando solitariamente o trabalho de recaptura. Novamente consegue aprisionar todas as éguas, condunzindo-as para um lugar seguro. O povo comemora e agradece ao seu herói pela liberdade conquistada. Todavia, para Hércules era um momento especial de reflexão: o primeiro trabalho o convidava a se tornar uma alma pensante, após tanto tempo de cegueira e ignorância, em que se vive superficialmente certos fatos marcantes – as conincidências ou sincronismos – que poderiam ser melhor elaborados. Vê-los simplesmente passar, sem envolvimento ou consideração, implicaria, nesta fase evolutiva, perder a oportunidade de desenvolver uma série de potencialidades latentes.


Quando a criatura humana se desperta para cooperar com a própria evolução, dispondo-se a assumir a tarefa de capturar as éguas selvagens, ela entra no primeiro portal, representado pelo nascimento. Certos aspectos da mente, simbolizados aqui pelas éguas, precisam ser domados e concentrados na meta evolutiva, senão poderão trazer o risco de devastação e de descontrole. As éguas devastadoras equivalem simbolicamente aos conceitos, as teorias e as idéias mais concretas e óbvias dos homens, principalmente aquelas ligadas à mentalidade comum e coletiva da sociedade organizada, de um mundo ainda representável por terras pantanosas...A morte do amigo, que representa a personalidade, mostra que o processo evolutivo deve ser conduzido ou dirigido, em quaisquer de seus desafios, pelo Eu Superior (Hércules), sob o risco de acontecimentos fatais.

A superestimação do ego ou a falta de importância dada aos fatos julgados corriqueiros acentuam a conotação de personalidade do processo evolutivo e alerta para a atenção que precisa ser dispensada aos detalhes, aos eventos mais singelos da vida... A primeira grande Tarefa de Hércules consiste em receber a chegada da mente, em adequar a mente as reais necessidades, em justamente aprender a controlar o pensamento. Esse Hércules infantil, abrindo o olhar para a primeira visão, levantando a cabeça e aprendendo a andar ereto, como um ser complexo, trabalha para integrar todas as suas partes, na busca, através de suas experiências, da unidade total em si mesmo e de si com o universo.

Bem, aí nessa primeira visão entram 5 essências florais que dão muito suporte e colaboram muito no sentido de limpeza de memórias e despertar de uma nova consciência... tomei umas ‘garrafadas’ delas, como já mencionei não abro mão de florais, entre outros recursos não menos maravilhosos...Ho’oponopono através da Divindade, veio coroar essa ‘terra’ que sou e que busquei arar com todas as ferramentas, sempre em uma busca férrea por soluções, domando amorosamente minhas éguas/memórias, dando lugar a flores, simbolizadas por uma paz que vai permeando cada vez mais e mais, todo o meu ser!



Última edição por Lena em Qui Set 18, 2008 1:04 pm, editado 1 vez(es)


_________________
Lena Rodriguez
WWW.CUIDEBEMDEVOCE.COM
http://www.cuidebemdevoce.com

4 Re: A Profecia Celestina em Ter Set 16, 2008 7:21 pm

Ametista


Queridos( as):
sunny cheers flower lol!
É fantástica esta troca de experiências, porque cada um( a) de nós traz na bagagem experiências que a cada momento da vida tiveram um grande significado; aí à medida que aquisitamos conteúdos, vamos observando como foram importantes pra nós, mas que agora é chegada a hora de esvaziar... li este livro quando foi lançado, e o filme já assisti inúmeras vezes, sendo que só agora encontro pessoas em condições de começarem a pensar na mensagem do filme; me encontro como uma " detonadora" de novas consciências e muito agradecida pela oportunidade de liberar estes meus conteúdos atraves de um processo com este grupo. Muitos nunca ouviram falar do livro, mas estão bem receptivos com as informações que recebem. Há tb muiiiiitoa anos atraz( mais de 15) fiz um curso de tarô, e um livro me marcou muito, que falava de trajetória dos arquétipos do nosso imconsciente através das cartas; na carta de nº zero( O Louco) somos nós, ainda crianças em busca de todas as experiências na descoberta da vida, mas a jornada começa mesmo com a primeira( O mago). Depois disto fiz um curso de Quiromancia... quantas descobertas!!!!! curso de cristais, cromoterapia, fitoterapia, florais, Homeopatia, T'ai Chi, etc, etc, etc, ...... nossa a bagagem pesa e precisa ser liberada( Que bom que encontrei o Ho'oponopono!!!!!!!!!!); meu processo de limpeza é constante, incessante, gratificante!!!! A profecia Celestina me ensinou a perceber os jogos( meus e das pessoas ao meu redor); como diz minha filha de 12 anos, " "tudo na vida é um jogo, e vc , mãe, ainda não aprendeu a jogar!!!???!!!)"; acho que depois que ouvi dela esta frase,( há quase 2 meses) resolvi rever o filme e limpar em cima dos meus padrões repetitivos. ( Sou Grata); é engraçado que depois do Ho'oponoppono passei a perceber com mais clareza os jogos, como se eles tivessem um novo " colorido..."
Amo muito, tudo isso!!!!
Saudações
Myrian

5 Re: A Profecia Celestina em Qua Set 17, 2008 5:48 pm

depaula


Sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata.

Myrian, veja se encontra a Décima profecia. Ela é um complemento importante.

Também estudei o Tarot, mas há muitos jogos e o que aprendi, é diferente do seu. O Louco, no tarot que uso, é número 22. E não 0. Vem depois do Mundo. Muda tudo, não é? No meu, a jornada começa com o Mago e termina com o Louco. Laughing

Sobre os jogos da vida, o importante, para mim, é sair deles. E não aprender a jogar. Tirar o time de campo, é o que treino fazer. Jogam a bola para eu rebater. Não rebato. Mas podemos brincar juntos. Quando brincamos, não furtamos energias. Compartilhamos.

Uma história real. Há cerca de dez anos, saí com umas amigas do grupo de defesa dos animais, à procura de um suposto curral municipal, onde os cavalos eram maltratados. O informante não foi preciso quanto a sua localização, mas teríamos que seguir pela Br que vai para Belo Horizonte, e virar à esquerda, antes de uma sitio chamado Lagoinha. Foi o que fizemos. Seguimos por uma estradinha da roça, dessas sem calçamento e de repente...Nossa mãe...Àrvores douradas! sunny Pequizeiros, todos envoltos em luz cor de ouro. Nunca tinha visto algo tão lindo, tão parecendo coisas de um conto de fadas. Dei um grito de surpresa. " Que coisa linda, que maravilha...já viram isso antes.?" Silencio dentro do carro. Viramos mais uma vez, adentrando para dentro do mato. As coisas pareciam flutuar. Bandos de siriemas passavam em frente ao carro, voando em câmara lenta. Maravilhas e maravilhas acontecendo todo o tempo. Era como se tivessemos entrado em outra dimensão. Tudo lindo, mas nada do curral. Até que desistimos, e voltamos para casa. Ao chegar aqui na porta, a Romany dirigiu-se a mim: " Agora nos explica o que foi mesmo que você viu de tão lindo assim. Você não parava de dizer que tudo estava lindo, mas eu não vi nada de especial. Vocês viram?" Perguntou para as outras. Ninguém tinha visto. Eu levei um susto. Como não viram? Pois se os pequizeiros brilhavam em cor de ouro, nitidamente? Pois se as aves voavam como se estivessem dançando...tão leves e lentamente...?" Enfim, elas viram as árvores e viram as siriemas. Mas, estavam " normais". As árvores tinham cor de árvores. Nenhuma luz em volta. E as aves voavam na velocidade que sempre voam. Entrei em casa confusa. ' Devem estar pensando que enlouqueci." De repente, lembrei das Profecias. Eu tinha lido o guia, dois anos antes! E nunca tinha sentido nada do descrito lá. Finalmente, tinha acontecido. Vendo o filme, vemos quando o personagem vê a luz em volta de um arbusto. Coisa de chamar a atenção, de impressionar. Pois foi assim que vi. Um campo inteiro daquele jeito. Existe sim, uma outra realidade. Não a vemos a todo o momento, não sei a razão. Mas, ela existe.
Agora em agosto, uma amiga me deu um presente. 600 metros de terreno, bem ao lado da Lagoinha. " Onde ficam os pequizeiros", me disse ela. Fiquei sem fala. Ela conhecia a historia. " Lá onde você viu o sol dourado em volta das árvores. Estou fazendo ali uma ecovila, mantendo as árvores do cerrado. Não pretendo mudar para lá, porque fica longe, mas...tenho muitos projetos. Quero apenas amigos à minha volta, por isso estou selecionando os meus vizinhos de fim de semana, ou férias. Quando você construir, já pode dar o nome de Sol Dourado em sua casa."

Eu sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata.

6 Re: A Profecia Celestina em Qua Set 17, 2008 9:32 pm

Ametista


SouGrata!!!!! Razz cheers
Nossa, como gosto de ler o que vc escreve!!!!!!de repente me transportei para este lugar e é LINDOOOOOOOO!!!!!!!!!sei bem o que ocorre porque tem momentos no meu dia-dia que o colorido ao meu redor é outro, e tem dias tb que me sinto meio desconectada desta realidade... parece que fico imersa em um outro "espaço" que não é o mesmo observado pelas pessoas ao meu redor. Não comento, só aproveito e agradeço o êxtase, do momento que me pertence- Sou grata!!!!
Um dia nos encontraremos( nesta ou em outro espaço dimensional), para eu conhecer a Ecovila!!!!!!
Bjos no coração
Myrian

7 Re: A Profecia Celestina em Qua Set 17, 2008 11:51 pm

Lena


Admin
Amigas, acabei tendo curiosidade de ver o que havia na 10ª Profecia e que eu não tinha me interessado em ler, comecei somente pelas notas e já comecei a questionar uma série de coisas... James Redfield, inicia a nota do autor com estas palavras que estou colocando abaixo, palavras do autor grifadas por mim e as palavras em azuis são minhas observações:


Como A Profecia Celestina, esta continuação é uma parábola de aventura, uma tentativa de ilustrar o processo de transformação espiritual (aqui o autor já está definindo as memórias que ele trás – nós trazemos, ou seja, nossa mente Consciente buscando informações através de repetição de memórias, que acham?) que está ocorrendo em nossa época. Com esses dois livros, desejei comunicar o que eu chamaria de um quadro consensual, um retrato vivido, dos novos sentimentos, percepções e fenômenos que estão chegando para definir a vida neste limiar do terceiro milênio. (parece que de certa forma nós fazemos o mesmo, percepções, fenômenos segundo o que estou conseguindo compreender fazem parte de nossas memórias e comecei a dar menos importância ao que eu sentia, pois, não estou mais certa de nada e quando falo assim, não é no sentido de contrariar nada, nem ninguém... é que minha primeira experiência com Ho’oponopono foi tão forte e o que senti após incessante limpeza, foi tão leve que me ‘surpreendeu’ alguém como eu, com um grau muito forte de controle, sempre querendo comprovações do que sentia (tomei ‘litros’ de florais para quem racionaliza emoções), simplesmente permanecer com aquela sensação de paz interna, sem o menor interesse em buscar comprovação, ou melhor, em plena e serena certeza interna, de que tudo estava resolvido.)

Nosso maior erro, a meu ver, é pensar que a espiritualidade humana já tenha sido entendida e definida. (essa frase aqui dele eu concordo literalmente) Se a história nos diz alguma coisa, é que a cultura e o conhecimento estão sempre evoluindo. Somente as opiniões individuais são imutáveis e dogmáticas. (opinião imutável acho que não estou incorrendo ao ousar discutir estas notas do autor mas, será que estou sendo dogmática???Não acredito, minha vivência com o processo me trouxe estados inimagináveis...) A verdade é mais dinâmica, e a grande alegria da vida está em nos soltarmos, em descobrirmos a verdade especial e individual que cabe a cada um de nós contar, e depois observar a forma sincrônica pela qual esta verdade evolui e fica mais nítida, exatamente quando precisamos dela para influenciar a vida de alguém. (acho que Ho’oponopono cumpre isto que ele menciona).

Juntos, estamos caminhando para algum lugar, cada geração se aprimorando graças às realizações da anterior, com um destino do qual temos apenas uma vaga lembrança. Estamos todos vivendo um processo de despertar e de abertura para descobrir quem realmente somos e o que viemos fazer neste mundo, tarefa às vezes dificílima. (é, nisto concordo com o autor e quanto a ser dificílima, como já foi mencionado o processo Ho’oponopono é simples, mas não é fácil) No entanto, tenho a firme convicção de que, se integramos o melhor das tradições de nossos ancestrais e tivermos em mente o processo, a noção de milagre e destino nos fará superar os percalços do caminho e os atritos com o nosso próximo. (certamente, nossa ancestralidade trazem memórias boas tbm e nossa Mente Consciente focada na escolha das ‘rosas’ como diz o Dr. Len, levando-nos a superar (a Divindade em nós transmutando), os atritos/memórias com o nosso próximo (nós mesmos, o mais próximo de nós).

Não tenho intenção de minimizar os enormes problemas que a humanidade continua enfrentando. Apenas desejo sugerir que cada um de nós está à sua maneira envolvido na solução desses problemas.(a ESCOLHA, único livre-arbítrio que me parece que temos) Se estivermos sempre conscientes (presentes) e reconhecemos que esta vida é um grande mistério, (que realmente nada sabemos) veremos que cada um de nós está perfeitamente colocado, na posição exatamente certa... para fazer toda a diferença. (Confiando, Entregando, pedindo a transmutação ao Criador de nossas memórias... (estou completando 9 meses de prática)... ahh!!! Não tenho a menor dúvida dessas palavras do autor: para fazer toda a diferença. A Paz que sinto, está fazendo TODA a diferença!!!)

Te amo


_________________
Lena Rodriguez
WWW.CUIDEBEMDEVOCE.COM
http://www.cuidebemdevoce.com

8 Re: A Profecia Celestina em Sab Set 20, 2008 1:54 am

depaula


"Como A Profecia Celestina, esta continuação é uma parábola de aventura, uma tentativa de ilustrar o processo de transformação espiritual (aqui o autor já está definindo as memórias que ele trás – nós trazemos, ou seja, nossa mente Consciente buscando informações através de repetição de memórias, que acham?)"

Sinto muito,te amo, me perdoa, sou grata. Como estão vendo, ainda não sei como colocar as citações da forma que todos fazem. Apenas copiei e colei. Very Happy Lena, estou como você, de certa forma. Não tenho mais certeza de nada. Não sei mais nada. Então, não sei se o autor, ao escrever a parábola de aventura, estava buscando informações através de repetições de memórias. Ou se estava, inconscientemente, fazendo uma limpeza delas. Afinal de contas, a limpeza não nos deixa sem memórias. E não poderia ser assim. Ela apenas elimina a programação da repetição. Anula os efeitos negativos, remove as energias desagradáveis que as acompanham. Sendo assim, alguém pode escrever um livro de aventuras, tendo como base o que já viveu, e não estar buscando repetições. Eu escrevo crônicas para um jornal da cidade. Em todas elas, falo do que já experimentei, do que já vivi. Agora mesmo, estou na equipe de promoção de uma festa de aniversário que acontecerá em novembro. Festa de todos aqueles amigos que nasceram em 1948. Eu estou nesta lista. Somos os sessentões. Então, a crônica desse mês, será dedicado a esses amigos que estão se reunindo para celebrar. Muitos estão vindo de fora. Impossível escrever sobre eles sem ter como base o que vivemos juntos no passado. Muitos foram colegas de escola, desde o primeiro ano primário. Sabe como faço? Escrevo pedindo pela limpeza de tudo que compartilho com eles. E pela limpeza de tudo o que se passou. Nosso grupo, nossas casas, os lugares onde frequentávamos, como bares, cinemas, parques, nossas festas, nosso trabalho em conjunto. Muitos de nós, participamos de um cine clube da cidade. Sonhávamos em ser cineastas. Fizemos filmes juntos. Dois deles se tornaram cineastas profissionais, embora sejam mais velhos. Ou melhor, o Carlos Alberto é mais velho, mas Alberto é apenas um pouco mais velho. A propósito, pessoas amigas que nasceram pouco depois ou um pouco antes de 48, são convidados da festa dos aniversariantes. Estamos pensando em cerca de 200 pessoas. Very Happy Talvez conheçam alguns filmes desses dois "garotos". O mais novo de Carlos Alberto, foi premiado em Gramado no ano passado. Quase todos os seus filmes são premiados lá. Se tiverem a chance de ver " Cabaré Mineiro", olhem os créditos no final. Verão meu nome. cheers Alberto Graça é meu primo em terceiro grau. Demora muito a lançar um filme, mas seu mais recente também foi premiado no festival do cinema brasileiro em Miami. Chama-se O Dia da Caça. Extremamente violento, o que me desagradou bastante. Outro filme que a turminha participou foi " Os Marginais", feito em 67, na nossa época mais atuante. Tinha Paulo José como ator principal. Mas nunca chegou a ser lançado. De vez em quando, é exibido no Canal Brasil. O que quero dizer, é que essa turma, se divertiu junto, e trabalhou junto, também promovendo festivais de música. Eu relembro e peço pela limpeza. Eu não preciso esquecer aquele tempo. Só não quero ser escrava de uma repetição. Mesmo porque, tivemos muito mais fracassos do que vitórias, no tocante ao que criamos. Como eu disse, o filme nem foi lançado. E nosso curta metragem, totalmente nosso ( o filme não lançado foi feito por profissionais e entramos à convite do diretor), teve sua continuidade impedida pelo exército. Então vou limpando essas memórias de equívocos e frustrações que tivemos juntos. Vou pedindo pela limpeza de tudo. Nosso encontro não será de puro saudosismo. Queremos ver o que estamos fazendo no presente, o que estamos vivendo agora também. Mas, com certeza, vamos recordar, não tenho dúvida. Sem cantar "Those were the days".

Myrian, que bom que você também vê o brilho nas coisas, na natureza. E pelo visto, de forma contida. Smile Sem dar o escândalo que dei. Eu confesso que foi a única vez que vi. Mas, ...não posso ficar na ânsia por uma repetição, pois seria desejar pelo processo das memórias batendo das mesmas teclas. Quero apenas ter olhos para ver o que precisa ser visto: com a invalidação dos programas repetitivos, novos milagres, podem acontecer. Serão bem vindos. Like a Star @ heaven

O livro guia da Décima Profecia é melhor do que o romance. Porque vem os exercícios para serem feitos. O guia do primeiro romance também é melhor, pelo mesmo motivo.

Sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata.

9 A profecia Celestina em Sab Set 20, 2008 7:47 pm

Ametista


Very Happy cheers flower Te amo, sou grata!!!!!
Lembro que quando li pela primeira vez A Profecia, posteriormente fiz os testes do guia, e depois li a 10ª pprofecia. Durante um bom tempo, ficava atenta aos sinais, observava os " Dramas de Controle" que todos usávamos para obter energia do outro, até que o tempo passou...( mais de 10 anos!), muitos fatos ocorreram, e agora devido a turma que eu e meu marido compartilhamos experiências há quase 2 anos, senti a necessidade de " resgatar" esta memória, só que agora com outros olhos; tenho experienciado todo este processo que lemos e vimos no filme, na prática; entretanto, com a limpeza incessante me sinto mais leve, com a sensação que muitas memórias estão sendo liberadas( Sou Grata, Grata, Grata!!!!).
Percebo que quanto mais limpo, mais pessoas e situações, retornam pedindo a limpeza em mim- Agradadeço, e limpo!!!! ( aí me lembro das palavras do Aldo- "É sempre uma oportunidade para limpar!").
Amo vocês, Sou grata!
Myrian sunny

10 profecia celestina em Dom Abr 08, 2012 12:00 pm

vespasiano de cerqueira l


estou lendo o primeiro volume, caso tenha o resumo do primeiro e segundo, gostaria de recebe-los, lembre-se para mim este Soubem foi uma "coincidência"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum