Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

A Grande Transição

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 A Grande Transição em Sab Jul 26, 2008 2:07 pm

Ametista


Smile Amigos:
Compartilho com vocês esta mensagem, que talvez muitos já conheçam, mas está em alinhamento com nosso trabalho individual- coletivo no Hopo:


Joanna de Ângelis, dia 30 de julho de 2006, Rio de Janeiro, RJ
(Página psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco)

Opera-se, na Terra, neste largo período, a grande transição anunciada pelas Escrituras e confirmada pelo Espiritismo.

O planeta sofrido experimenta convulsões especiais, tanto na sua estrutura física e atmosférica, ajustando as suas diversas camadas tectónicas, quanto na sua constituição moral.

Isto porque, os espíritos que o habitam, ainda caminhando em faixas de inferioridade, estão sendo substituídos por outros mais elevados que o impulsionarão pelas trilhas do progresso moral, dando lugar a uma era nova de paz e de felicidade.

Os espíritos renitentes na perversidade, nos desmandos, na sensualidade e vileza, estão sendo recambiados lentamente para mundos inferiores onde enfrentarão as consequências dos seus actos ignóbeis, assim renovando-se e predispondo-se ao retorno planetário, quando recuperados e decididos ao cumprimento das leis de amor.

Por outro lado, aqueles que permaneceram nas regiões inferiores estão sendo trazidos à reencarnação de modo a desfrutarem da oportunidade de trabalho e de aprendizado, modificando os hábitos infelizes a que se têm submetido, podendo avançar sob a governança de Deus.

Caso se oponham às exigências da evolução, também sofrerão um tipo de expurgo temporário para regiões primárias entre as raças atrasadas, tendo o ensejo de ser úteis e de sofrer os efeitos danosos da sua rebeldia.

Concomitantemente, espíritos nobres que conseguiram superar os impedimentos que os retinham na retaguarda, estarão chegando, a fim de promoverem o bem e alargarem os horizontes da felicidade humana, trabalhando infatigavelmente na reconstrução da sociedade, então fiel aos desígnios divinos.

Da mesma forma, missionários do amor e da caridade, procedentes de outras Esferas estarão revestindo-se da indumentária carnal, para tornar essa fase de luta iluminativa mais amena, proporcionando condições dignificantes, que estimulem ao avanço e à felicidade.

Não serão apenas os cataclismos físicos que sacudirão o planeta, como resultado da lei de destruição, geradora desses fenómenos, como ocorre com o outono que derruba a folhagem das árvores, a fim de que possam enfrentar a invernia rigorosa, renascendo exuberantes com a chegada da primavera, mas também os de natureza moral, social e humana que assinalarão os dias tormentosos, que já se vivem.

Os combates apresentam-se individuais e colectivos, ameaçando de destruição a vida com hecatombes inimagináveis.

A loucura, decorrente do materialismo dos indivíduos, atira-os nos abismos da violência e da insensatez, ampliando o campo do desespero que se alarga em todas as direcções.

Esfacelam-se os lares, desorganizam-se os relacionamentos afectivos, desestruturam-se as instituições, as oficinas de trabalho convertem-se em áreas de competição desleal, as ruas do mundo transformam-se em campos de lutas perversas, levando de roldão os sentimentos de solidariedade e de respeito, de amor e de caridade...

A turbulência vence a paz, o conflito domina o amor, a luta desigual substitui a fraternidade.

A fatalidade da existência humana é a conquista do amor que proporciona plenitude.

Há, em toda parte, uma destinação inevitável, que expressa a ordem universal e a presença de uma Consciência Cósmica actuante.

A rebeldia que predomina no comportamento humano elegeu a violência como instrumento para conseguir o prazer que lhe não chega da maneira espontânea, gerando lamentáveis consequências, que se avolumam em desaires contínuos.

É inevitável a colheita da sementeira por aquele que a fez, tornando-se rico de grãos abençoados ou de espículos venenosos.

Como as leis da vida não podem ser derrogadas, toda objecção que se lhes faz converte-se em aflição, impedindo a conquista do bem-estar.

Da mesma forma, como o progresso é inevitável, o que não seja conquistado através do dever, sê-lo-á pelos impositivos estruturais de que o mesmo se constitui.

A melhor maneira, portanto, de compartilhar conscientemente da grande transição é através da consciência de responsabilidade pessoal, realizando as mudanças íntimas que se tornem próprias para a harmonia do conjunto.

Nenhuma conquista exterior será lograda se não proceder das paisagens íntimas, nas quais estão instalados os hábitos.
Esses, de natureza perniciosa, devem ser substituídos por aqueles que são saudáveis, portanto, propiciatórios de bem-estar e de harmonia emocional.

Na mente está a chave para que seja operada a grande mudança.
Quando se tem domínio sobre ela, os pensamentos podem ser canalizados em sentido edificante, dando lugar a palavras correctas e a actos dignos.

O indivíduo, que se renova moralmente, contribui de forma segura para as alterações que se vêm operando no planeta.

Não é necessário que o turbilhão dos sofrimentos gerais o sensibilize, a fim de que possa contribuir eficazmente com os espíritos que operam em favor da grande transição.

Dispondo das ferramentas morais do enobrecimento, torna-se cooperador eficiente, em razão de trabalhar junto ao seu próximo pela mudança de convicção em torno dos objectivos existenciais, ao tempo em que se transforma num exemplo de alegria e de felicidade para todos.

O bem fascina todos aqueles que o observam e atrai quantos se encontram distantes da sua acção, o mesmo ocorrendo com a alegria e a saúde.

São eles que proporcionam o maior contágio de que se tem notícia e não as manifestações aberrantes e afligentes que parecem arrastar as multidões.

Como escasseiam os exemplos de júbilo, multiplicam-se os de desespero, logo ultrapassados pelos programas de sensibilização emocional para a plenitude.

A grande transição prossegue, e porque se faz necessária, a única alternativa é examinar-lhe a maneira como se apresenta e cooperar para que as sombras que se adensam no mundo sejam diminuídas pelo Sol da imortalidade.

Nenhum receio deve ser cultivado, porque, mesmo que ocorra a morte, esse fenómeno natural é veículo da vida que se manifestará em outra dimensão.

A vida sempre responde conforme as indagações morais que lhe são dirigidas.

As aguardadas mudanças que se vêm operando trazem uma ainda não valorizada contribuição, que é a erradicação do sofrimento das paisagens espirituais da Terra.

Enquanto viceje o mal, no mundo, o ser humano torna-se-lhe a vítima preferida, em face do egoísmo em que se estorcega, apenas por eleição especial.

A dor momentânea que o fere, convida-o, por outro lado, à observância das necessidades imperiosas de seguir a correnteza do amor no rumo do oceano da paz.
Logo passado o período de aflição, chegará o da harmonia.


Bjos no coração
Myrian( Ametista)
Até lá, que todos os investimentos sejam de bondade e de ternura, de abnegação e de irrestrita confiança em Deus.

Joanna de Ângelis.

2 Re: A Grande Transição em Qua Jul 30, 2008 3:34 pm

TechN9ne


Eu li mesmo em alguns textos de religiosos que estávamos entrando numa era em que as mudanças seriam pra melhor (finalmente), apenas não com todo esses detalhes. Com certeza uma rara oportunidade e um excelente momento pra tirar todo o lixo que agarrou nas nossas mentes todo esse tempo. Eu estou avançando, aos poucos, também.

3 Re: A Grande Transição em Qua Jul 30, 2008 9:34 pm

Ametista


bounce lol! Olá amigos:
Vejam que interessante!

JULHO DE 2008
por Celia Fenn

Eclipse Solar no dia 1 de Agosto. Depois, em 3 de Agosto, o Dr. Masaru Emoto estará realizando sua Cerimônia Anual da Água, chamada “Amor e Gratidão à Água”, no Lago Baikal na Sibéria, na Rússia. juntem-se a esta meditação Global tão importante, que será liderada pelo Dr. Emoto de Rock Shaman no Lago Baikal. Depois, haverá uma importante meditação Global em 8 de Agosto para integrar as energias entrantes.
Por favor, unam-se a nós nesta época, e nos ajudem a aterrar estas energias sagradas no Planeta! É um momento muito importante e vibrante, e cada uma e todas as pessoas são necessárias agora para dar sua Luz e seu Amor agora que começamos esta fase tão importante de verdadeiramente ancorar o Céu na Terra através do nosso Trabalho de Luz.
Assim... vivemos momentos emocionantes e transformadores. Estou segura e será verdade dizer que em curto tempo, como nos próximos seis meses, estaremos assistindo realmente algumas grandes mudanças na consciência de nosso planeta e na maneira em que vivemos nossas vidas. Serão mudanças positivas que ajudarão a trazer o Planeta de volta ao seu equilíbrio que fundamentará a Nova Terra e a Era Dourada.
Os sintomas que algumas pessoas vem relatando tem sido a experiência da intensa energia se movimentando através de seus corpos. Sim, a Luz Dourada é intensa e poderosa, e se vocês se tornarem um transmissor da Luz Dourada então as pessoas a sua volta irão começar a sentir esta energia vindo de vocês. Vocês se tornarão radiantes e distribuirão esta luz poderosa e coerente.
Outras pessoas estão relatando um caos aumentado e rompimentos em suas vidas. Isto é toda parte da desintegração do velho e o movimento para outro nível de Coerência da Luz na Quinta Dimensão. À medida que a Luz Dourada se intensifica as pessoas passarão pelos seus “assuntos” em uma medida muito mais rápida e estarão processando e liberando qualquer coisa que as retêm de experienciar verdadeiramente a Liberdade e Poder que são. É um tempo de grande liberação e grande alegria, se pudermos ver exatamente como estamos crescendo e mudando diariamente.

Torne-se esse Recipiente que esta repleto da Luz Dourada da Paz.

Tornem-se a Paz.

4 Re: A Grande Transição em Seg Set 08, 2008 4:50 pm

aldoluiz


"Há outro ponto aqui que é altamente relevante. Pesquisas têm mostrado que há um pulso, um sinal elétrico, que é gerado do centro, da Via-Láctea para nosso Sol (e outros sóis) e de lá para a Terra. esse pulso é apanhado então pelo coração humano, passa pelo cérebro, e de lá vai para as células do corpo. Quando esse pulso, que ressoa, passa por esse caminho intacto e inalterado, o ser humano está em harmonia com o cosmo. Cada célula está conectada, e em harmonia com o pulso cósmico. Porém, emoções de baixa vibração e desequilíbrio bloqueiam o caminho e quebram o circuito e, uma vez mais, nos desconecta da Terra e da amplitude do universo. A conexão coração-cérebro tem sido quebrada na maioria das pessoas pela separação da cabeça e do coração, do intelecto e da intuição, do físico e do espiritual. A razão pela qual os reptilianos estão acelerando a sua Agenda tão rapidamente hoje é que eles sabem que têm um desafio colossal em suas mãos. A criação é governada por ciclos de energia. Em um nível, nós os vemos nas estações da Terra, primavera, verão, outono e inverno. Mas há também ciclos muito maiores, e esses têm sido registrados em números e símbolos pelos povos antigos como os Sumérios, egípcios, hindus, chineses, os Mayas da América Central e os Americanos nativos como os Hopi do Arizona. Esses mediam os ciclos de energia solar, lunar e outras energias cósmicas que transformam os campos de energia da Terra e assim transformam a vida neste planeta. Nós estamos agora no meio de talvez o maior desses ciclos, um que acontece, segundo estimativas, só uma vez a cada 26.000 anos, e o calendário Maya prevê que o ponto crítico de mudança é 12 de dezembro de 2012. Esse é o real ponto focal da transformação, não o manufaturado Milênio. Estes ciclos de consciência são como entradas ou portais que se abrem para aqueles que estão pronto para passar para um estado muito mais alto de consciência. Eu vejo isto como um tipo de relógio cuco no qual, em certos momentos-chave, a porta ou portal se abre. Quando estes portais são perdidos, o ciclo começa novamente até outro portal abrir. Mas o que nós estamos encarando agora, ao que parece, não é um portal, mas sim um vasto abismo de oportunidades para uma transformação global que desafiará todas as crenças atuais. Textos de escolas religiosas e de mistério têm previsto isto abertamente ou simbolicamente por milhares de anos. Agora a evidência física, espiritual e, crescentemente, científica pode confirmar que a denominada "Grande Mudança das Eras" está sobre nós."

http://www.umanovaera.com/david_icke/uma_nova_era.htm
sunny

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com/

5 Re: A Grande Transição em Seg Set 08, 2008 11:05 pm

Lena


Admin
Myrian e Aldo queridos!!!

Isto não pode ser mais verdadeiro:

...A melhor maneira, portanto, de compartilhar conscientemente da grande transição é através da consciência de responsabilidade pessoal, realizando as mudanças íntimas que se tornem próprias para a harmonia do conjunto. Nenhuma conquista exterior será lograda se não proceder das paisagens íntimas, nas quais estão instalados os hábitos...

*********
... Mas o que nós estamos encarando agora, ao que parece, não é um portal, mas sim um vasto abismo de oportunidades para uma transformação global que desafiará todas as crenças atuais...

Felizes de nós cheers que estamos vivenciando momentos de transição e tendo a oportunidade de acessar processos como Ho’oponopono, que através de sua simplicidade desafia todas as crenças... por isso, é possível entender porque ao princípio da prática da ‘dificuldade’ de aceitar o simples...

I love you Sou grata. Sou grata. Sou grata. I love you


_________________
Lena Rodriguez
WWW.CUIDEBEMDEVOCE.COM
http://www.cuidebemdevoce.com

6 Re: A Grande Transição em Ter Set 09, 2008 10:41 pm

depaula


Olá. Primeira vez aqui.
E vou logo escrevendo o que talvez possa não ser compreendido. Minha intenção é mostrar um pouco mais do que sinto. E não criticar aqueles que seguem doutrinas espiritualizadas. Entendo que se sintam bem com mensagens como a postada acima. Acho que são pessoas tão mais felizes do que eu. Eu, por questionar tudo, nunca me adaptei ao mundo da forma como o vemos. E essas mensagens, trazem a mim, mais tristeza do que esperança. Houve um tempo, que eu ficava deprimida. Agora, peço pela limpeza. Fico pensando...Quem será esse Deus que nos governa? Que decide tudo por nós? De uma forma sofrida, até cruel. Um dos motivos que senti empatia pelo Hooponopono é que, conversamos com a nossa divindade. A nossa. Isto é, conversamos conosco. Com a esperança de podermos fazer contato. Saímos desse grupo que toma decisões de sofrimento para nós. A mensagem postada mantem o velho padrão. Senão, vejamos: "Os espíritos renitentes na perversidade, nos desmandos, na sensualidade e vileza, estão sendo recambiados lentamente para mundos inferiores onde enfrentarão as consequências dos seus actos ignóbeis, assim renovando-se e predispondo-se ao retorno planetário, quando recuperados e decididos ao cumprimento das leis de amor." Estão sendo recambiado por quem? Quem tomou essa decisão por eles? Além disso, a sensualidade foi colocada aqui como algo..perverso. Por que? Somos todos seres sensuais! Eu até que não muito. rs rs rs. Mas, a maioria é, e onde está o mal nisso? Com tal afirmação, vem a dúvida quanto ao resto. O que estão chamando de desmando? De vileza? de perversidade? E por que estas pessoas tem de pagar, e não serem apenas, perdoadas, e amadas? Por que precisam ir para mundos 'inferiores"? E o pior: por que foram criados mundos inferiores? Quem os criou e para que? Continuando.
"Por outro lado, aqueles que permaneceram nas regiões inferiores estão sendo trazidos à reencarnação de modo a desfrutarem da oportunidade de trabalho e de aprendizado, modificando os hábitos infelizes a que se têm submetido, podendo avançar sob a governança de Deus."

Então, Deus é quem governa. Pelo visto, com tirania. Pede pelo perdão, mas jamais perdôa. São trazidos à reencarnação para desfrutarem de trabalho e aprendizado... Sofrendo. Sendo punidos.

"Caso se oponham às exigências da evolução, também sofrerão um tipo de expurgo temporário para regiões primárias entre as raças atrasadas, tendo o ensejo de ser úteis e de sofrer os efeitos danosos da sua rebeldia."

Ai! A evolução é exigida, e ai daquele que se opor. Sofrerão expurgo...regiões primárias entre raças atrasadas..." Tudo na base da punição. Ai daquele que for rebelde. Ai das Virgínias do mundo. Por que eu não vejo como aceitar tal situação, como não se rebelar. Só os ditadores condenam os rebeldes. Graças a eles, algumas coisas horripilantes deixaram de ser aceitas; como a escravidão. Os abolicionistas, eram rebeldes. Gente, amor não se impõe dessa forma. Amor é algo que se espalha com amor, e não com punição. Quem promete tanta barbaridade para quem não se submeter, não está amando. Isso para mim, é claro feito água. Feito cristal. Por isso, nunca recebi consolo nas religiões. Embora tenha recebido a cura de um grave problema com passes espíritas. O que quero dizer, é que, sei que coisas boas acontecem nas religiões e sou grata. Mas, na essencia delas, na filosofia delas, há uma repetição sem parar de um sistema baseado na violência e no sofrimento. Sempre frizando que somos inferiores a um certo Poder sobre nós, que prima pela crueldade. Se não o obedecermos, seremos lançados ao inferno. Ou, expurgados para regiões ainda mais atrasadas do que a nossa. Por isso, as mensagens, longe de me consolarem, me deixam ainda mais tristes. No entanto...aqueles que as seguem, vivem tão melhor do que eu. Sentem menos angústia, criam mais, estão de bem com a vida. Eu já até entrei em pânico. E durante quase dez anos, me submeti a diversos tipos de terapias, com a finalidade de me adaptar ao mundo. Saí do pânico, felizmente. Mas, não me adaptei. Agora porém, há uma esperança. Não de adaptação, porque sei que realmente, não é a minha. Mas de achar a porta de saída. O portal. Com a chave de luz, vou abrir este portal e poder achar a minha Divindade. Não sei como é isso. Mas, peço pela limpeza. Tudo de bom, pode acontecer. Que assim seja, e assim será.





Hoje, eu apenas peço pela limpeza.

7 Re: A Grande Transição em Ter Set 09, 2008 11:17 pm

Al McAllister


Admin
Amém!

http://soubem.com

8 Re: A Grande Transição em Ter Set 09, 2008 11:35 pm

Lena


Admin
Depaula... concordo absolutamente com tudo o que você escreveu, sem tirar uma única vírgula...

... Eu já até entrei em pânico...

Eu também lá atrás entrei, foi quando joguei tudo para o alto e há 15 anos passei a ter como única fonte de companhia e orientação o I Ching... e por isto peguei somente aquelas frases das duas citações...

Também eu já questionei tudo isto e, como você já tive muita ajuda dessa parte espiritual... mas tem algo aí que não combina com a magnanimidade do Criador e por isso Ho’oponopono calou tão fundo para mim...

A nossa diferença é que eu leio, deixo de lado e pego as partes que, de meu ponto de vista, considero válidas e você irreverentemente as coloca...

Você tem a minha completa e real admiração, mas que aqueles que vêem e acreditam de forma diferente, não vejam essa minha atitude como um desrespeito pois, não é essa minha intenção!

Estou aprendendo, cada vez mais aceitar as diferenças e respeitá-las pois, para mim não me resta mais nenhuma dúvida, que são apenas memórias e mais memórias, condicionantes, equivocadas, humanamente equivocadas... Crying or Very sad


Uno-me a você hoje, apenas pedindo pela limpeza.


_________________
Lena Rodriguez
WWW.CUIDEBEMDEVOCE.COM
http://www.cuidebemdevoce.com

9 Re: A Grande Transição em Qui Set 11, 2008 1:18 am

depaula


Onde foi parar meu mais recente comentário neste tópico? No Vai ver que joguei em outro. Eu tinha agradecido a Lena e a Aldo pelas respostas...Porque tinha visto muito rapidamente e pensei que tinha sido o Aldo. Agora vi que o Amem veio de Al. Smile

Também comentei que, como Lena, usei muito o Iching. Sem entender as respostas...mas perguntando tanto, que acabaram dando uma resposta bem clara. Que eu estava abusando. lol!

Até que descobri o tarot angélico. Tentei vários, sem conseguir nada. Finalmente, me afinei muito bem com os anjos. Segurar nas cartas já traz uma sensação gostosa, tranquila. Uso principalmente a intuição, na leitura. Sem nunca perguntar pelo futuro. Apenas para sentir a situação presente e buscar inspiração.

Eu consigo ver o que há de bom em algumas filosofias. Já li tanta coisa, já participei de tantos workshops, já fiz tantos cursos, já frequentei tantos templos das mais variadas tendências, que, evidentemente, pego coisas boas em todas essas experiências. E sou grata. Creio ter falado isso. Buscadores são assim. Ficou parecendo que vejo apenas o que me entristece. De fato, dei ênfase nisso, pelo fato de estar escrevendo num forum aberto, onde podemos dizer o que sentimos, e quis mostrar como todo este caminho já percorrido repete a mesma tecla, nos mantendo à procura de algo lá fora, algo que pode ser assustador, vindo de seres não bem definidos, extremamente vingativos, liderados por um Deus inclemente. Temos de nos curvar e aceitar, caso contrário, seremos punidos. Uma linguagem bem diferente da oferecida pelo Hoonoponop...ai, ai ai...Aldo disse que temos de escrever por inteiro e ele com certeza tem razão...Eu ainda me atrapalho toda. São quantos nos, quantos pos? Very Happy ...Dessa vez vai a abreviatura ainda, até eu aprender. Enfim, como eu dizia, o H. na sua simplicidade, nos oferece a esperança de um contato com nossa própria divindade e ainda nos lembra que somos responsáveis por tudo.Longe disso ser ruim, parece-me extremamente renovador. Isso é realmente uma boa nova, visto que, pelo que entendo, temos as ferramentas para assumir esta responsabilidade. Basta pedir pela limpeza. Sem medo de punições, de profecias apavorantes, de separação do joio do trigo, de calamidades, de sermos jogados em mundos inferiores, etc. Se antes, eu já tinha dificuldades com as mensagens ditas espiritualizadas, por serem tão contraditórias, agora, sabendo que temos um recurso amoroso de lidar com os problemas, é que elas perderam totalmente o sentido para mim. Estes seres ocultos que decidem que vamos sofrer são também unos conosco. Eu também tenho essas coisas estranhas dentro de mim. Sendo assim, no lugar de temê-los como antes acontecia, no lugar de ficar deprimida por viver sob o jugo de um Deus tirano, eu prefiro pedir que a divindade limpe tudo o que tenho compartilhado com todos esses profetas, com todos esses seres "superiores" que nos governam de outras esferas, com todas as pessoas que focalizam constantemente nessas previsões catastróficas, para que tudo seja transmutado no ponto zero, em pura luz, e assim essa ilusão holográfica em que vivemos poderá dar lugar a um mundo de paz, onde os milagres são naturais. Eu sinto que, para isso, eu tenho sim, de não dar mais ouvidos a essas mensagens. Eu tenho é que saber usar a chave de luz para abrir a porta. Eu percorri todos os caminhos. Já estou à beira do portal. Não quero mais participar da criação de uma realidade de sofrimento. E para isso, é preciso dizer não. Mesmo que seja com irreverência. Um alto e sonoro não. A fim de que essas coisas velhas, que são as memórias que se repetem, sejam recolhidas, cedendo lugar a uma nova realidade. E olha que estou escrevendo isso em meio a um ataque de uma virose que me deixou de cama por dois dias. Razz

Eu sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata

10 Re: A Grande Transição em Qui Set 11, 2008 10:51 am

aldoluiz


de Paula disse: "Enfim, como eu dizia, o H. na sua simplicidade, nos oferece a esperança de um contato com nossa própria divindade e ainda nos lembra que somos responsáveis por tudo.Longe disso ser ruim, parece-me extremamente renovador. Isso é realmente uma boa nova, visto que, pelo que entendo, temos as ferramentas para assumir esta responsabilidade. Basta pedir pela limpeza. Sem medo de punições, de profecias apavorantes, de separação do joio do trigo, de calamidades, de sermos jogados em mundos inferiores, etc. Se antes, eu já tinha dificuldades com as mensagens ditas espiritualizadas, por serem tão contraditórias, agora, sabendo que temos um recurso amoroso de lidar com os problemas, é que elas perderam totalmente o sentido para mim. Estes seres ocultos que decidem que vamos sofrer são também unos conosco. Eu também tenho essas coisas estranhas dentro de mim. Sendo assim, no lugar de temê-los como antes acontecia, no lugar de ficar deprimida por viver sob o jugo de um Deus tirano, eu prefiro pedir que a divindade limpe tudo o que tenho compartilhado com todos esses profetas, com todos esses seres "superiores" que nos governam de outras esferas, com todas as pessoas que focalizam constantemente nessas previsões catastróficas, para que tudo seja transmutado no ponto zero, em pura luz, e assim essa ilusão holográfica em que vivemos poderá dar lugar a um mundo de paz, onde os milagres são naturais. Eu sinto que, para isso, eu tenho sim, de não dar mais ouvidos a essas mensagens. Eu tenho é que saber usar a chave de luz para abrir a porta. Eu percorri todos os caminhos. Já estou à beira do portal. Não quero mais participar da criação de uma realidade de sofrimento. E para isso, é preciso dizer não. Mesmo que seja com irreverência. Um alto e sonoro não. A fim de que essas coisas velhas, que são as memórias que se repetem, sejam recolhidas, cedendo lugar a uma nova realidade. E olha que estou escrevendo isso em meio a um ataque de uma virose que me deixou de cama por dois dias. Razz

É isso que me tranquiliza, "prima": haja o que houver, e nós nunca sabemos exatamente... Minha (nossa) tarefa sublime é permanecer impávido e limpando incessantemente pois eu sou 100%, (me esforço para isso) responsável pela criação do meu (nosso) Universo Infinito em Expansão. Ho'oponopono da Identidade Própria para sempre!
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato.
Divindade limpe em mim as memórias compartilhadas com este mundo e transmute-as à mais pura Luz.
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato. A Paz do “Eu”para todos.
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato.

sunny

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com/

11 Re: A Grande Transição em Qui Set 11, 2008 10:01 pm

Lena


Admin
Very Happy rsrsss... Entendo a dificuldade quanto ao I Ching Depaula, realmente, a principio ele nos parece muito cifrado... mas sempre que eu sentia, mesmo que não compreendesse conscientemente, que algo era muito bom, o que me aconteceu com o I Ching, eu não desistia... até começar a entendê-lo não foi nada fácil e para tanto acho que tive no mínimo uns 10 livros, ou seja, desde Wilhelm, Legge e outros anônimos da vida... tenho um de Karma e Destino no I Ching, que foi extremamente importante para eu entender muita coisa sobre mim... a prática/consulta com ele conseguia fazer com que eu permanece presente e me lembrava das opções, dos caminhos a seguir, foi extremamente válido... coitado do meu amigo I Ching, agora, exatamente há 9 meses está aposentado...resumindo, foi o melhor amigo que tive nos últimos 15 anos, pena que eu não comecei a praticar Ho’oponopono há dois anos atrás quando tomei conhecimento do processo, teriam sido somente 13 anos de I Ching...

Sempre vi o I Ching como meu Eu me inspirando dois caminhos e era somente uma questão de escolha minha... com Ho’oponopono, ainda continua dependendo da minha escolha, mas entrar em contato com o Eu diretamente é muito melhor...não teria palavras para me expressar!!!

Que lindo isto que você escreveu amiga:

... Eu tenho é que saber usar a chave de luz para abrir a porta. Eu percorri todos os caminhos. Já estou à beira do portal. Não quero mais participar da criação de uma realidade de sofrimento...

Como conheço isto, como a entendo e é só o que desejo também!!!
E quer saber de uma coisa e que já não é mais novidade?
Adoro sua irreverênciaaaaaaaaa !!! cheers

Aproveito e peço a Divindade que limpe em mim, em você as memórias que compartilhamos com esta virose e as transmute em Luz!!!
I love you Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grata. I love you


_________________
Lena Rodriguez
WWW.CUIDEBEMDEVOCE.COM
http://www.cuidebemdevoce.com

12 Re: A Grande Transição em Sex Set 12, 2008 12:25 am

depaula


Lena, Aldo, todos...

A primeira vez que li a respeito de algo muito remotamente parecido com ser responsável pelo que nos ocorre, foi há muitos anos, acho quem em 1971, no livro Os Irmãos Karamazov. Um dos personagens, que era padre, ou seminarista pelo menos, dizia que não podemos colocar culpas nos outros pelo que nos ocorre, porque todos temos uma parcela de culpa em tudo. Veja bem que não é a mesma coisa. Ele usava a palavra "culpa". E mesmo se trocarmos essa palavra, por "responsabilidade", vemos que assumia apenas uma parcela e não a totalidade. Mesmo assim, foi como uma revelação para mim. Nunca tinha pensado que temos participação no que nos ocorre. Agora, eu vejo isso com muita alegria. Sendo assim, estou no comando. Minha divindade, está no comando. Além disso, está implícito que todos, absolutamente todos são cem por cento responsáveis. Não apenas quem pratica o Ho'oponopono. Não há carga sobre nossos ombros. Pelo contrário, nos liberta. Não precisamos ir tentar convencer ninguém de nada. Temos tudo o que todos possuem dentro de nós. Desligamos em nós. E pronto. O único probleminha é o tempo. Como Aldo disse, o tempo divino não é o mesmo nosso. Soluções podem ser demoradas. Além disso, nosso Eu consciente, não sabe direito quais são as soluções. Temos de entregar. Confiar. Temos de ter aquilo que costuma me faltar...paciência. Já vi que, questões de saude, são mais demoradas. Comigo tem sido assim. Ainda estou com a tal virose. Limpando o tempo todo..e sentindo dores. Já estou melhor, mas ainda não totalmente recuperada. Continuo limpando. Imagino que o motivo seja a crença muito enraizada de que, a doença faz parte. Que é natural, com a mudança do tempo, sermos atacados por viroses. Estou nesse momento, pedindo para que seja limpo o que compartilho com esta virose. Eu a liberto. Sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata.

Olha, Lena. Que bom que você aprecia minha irreverência. Laughing Eu sou índigo, menina. Você sabe como os índigo são. Precisamos ter muito cuidado, para não ofender, para não causar danos, porque nunca queremos causar danos. Apenas, nem sempre, temos freio. E é preciso ter. Dependendo do momento, do que está se passando, é necessário diplomacia. Porém, algo engraçado acontece. Nem sempre sabemos que o que estamos dizendo será considerado algo que não devia ser dito. Falamos as coisas naturalmente. De repente, vejo alguns olhos arregalados olhando para mim...Então, entendo. Hora de freiar. Very Happy

Então você encostou o Iching. Eu ainda uso o Tarot. Até em sonhos. Outro dia, num sonho, os desenhos das cartas se moviam. Achei tão lindo. Alguns dias depois, vi um filme de Harry Potter, onde acontece o mesmo com os retratos. Todos se movendo dentro da foto. Tão interessante. Quando pego nas cartas, sinto-me leve. É uma ferramenta amiga. Mas veja que uso o tarot muito de vez em quando. Sem abuso. Aprendi a lição do Iching. Eu tenho clientes. Pessoas vem pedir para eu ler as cartas. Atualmente, antes de começar, eu peço pela limpeza de tudo o que tenho compartilhado com eles. E tudo flui ainda melhor.


Eu sinto muito, te amo, me perdoe, sou grata. flower

13 A Grande Transição em Sex Set 12, 2008 11:47 am

alda


TE AMO. TE AMO. TE AMO. SOU GRATA. SOU GRATA. SOU GRATA.

Myriam, Lena, Al, Aldo, Depaula...
Eu sou mesmo uma gde privilegiada por estar aqui no meio de vcs. Qdo leio os posts , fico extasiada pela forma como vcs escrevem e o conhecimento que demonstram ter sobre os assuntos. Vcs são fantásticos! Que bom... que maravilha estar fazendo parte do Ho'oponopono e ter vcs bem acessíveis, e ter isso tudo a meu dispor. Sou grata.Sou grata. Sou grata !

São muitas coisas que chegam a mim ou eu chego a elas e fico a me perguntar por que, ou para que , eu tomei conhecimento daquilo ?
Com o Ho'oponopono foi assim também...meu primeiro contato foi no STUM, num texto de Rubia e o que me chamou a atenção e me fez ler o artigo foi o SINTO MUITO. TE AMO. Fazia pouco tempo que meu filho tinha ido morar com o pai no interior e eu pensei ... essas exclamações batem direitinho... SINTO MUITO , meu filho, mas TE AMO. E vejam só, era o Ho"oponopono que chegava pra mim.

Linda, sua citação, Depaula...
... Eu tenho é que saber usar a chave de luz para abrir a porta. Eu percorri todos os caminhos. Já estou à beira do portal. Não quero mais participar da criação de uma realidade de sofrimento...
Sou grata a todos vcs que tanto me enriquecem de conhecimentos e experiências.
TE AMO. TE AMO. TE AMO.
SOU GRATA. SOU GRATA. SOU GRATA.

Assim como o Aldo, tb peço...

"Divindade limpe em mim as memórias compartilhadas com este mundo e transmute-as à mais pura Luz."
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grata.
A Paz do “Eu”para todos.
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grata.

14 Re: A Grande Transição em Sab Set 13, 2008 3:32 pm

Ametista


lol! Olá!!!!!!!!!!
DePaula, como a Lena, ADORO sua forma expontânea. irreverente, sem " máscaras" de ser!!!! certamente , como" Ìndigo", talvez o termo não fosse bem irreverente, mas verdadeira,autêntica, diferente dos padrões compreensíveis e aceitáveis pela massa vivente neste momento planetário...... temos muito que continuar trocando, compartilhando, aprendendo, ensinando, ouvindo, falando, sentindo, ou quaisquer outros termos que quisermos aqui colocar, mas o que vale é o Ho'oponopono que nos alinha , liberta, transforma, integra !!!! observarmos e nos desidentificarmos ( é assim que se escreve?!) com as memórias que se repetem em nós é um grande passo!!!! sabermos que só depende de nós cruzar o tal " portal" , com menos bagagens, ah!!!! que leveza!!!!! milhares de informações que aquisitamos ao longo da vida, no final são só informações, fatos, bagagem... nada mais... ENTREGA, CONFIA,ACEITA, AGRADEÇA- tb ajudam bastante... hoje tive a oportunidade de conversar sobre isto com minha mãe; o tempo que usamos nos rebelando, reclamando, brigando com o que nos ocorre( que achamos que não merecemos), seria melhor utilizado com a aceitação, gratidão, mesmo que não houvesse comprrensão pra os fatos....
Sabe, tb hoje quando falei pra ela isto, me referi a uma situação que vivenciei há mais de 30 anos atras após um acidente de carro em que tive uma concussão cerebral e fiquei em coma por mais de 6 horas; estava com 20 anos, e é claro aquela não era minha hora de " cantar pra subir!!!!!", tive uma perda de tecido na face e precisei fazer uma cirurgia posteriormente, reparadora. Entretanto, naquela época( estava no 3º ano da faculdade de medicina), quando me olhavam com pena, me lembro que já dizia" não sou uma vítima , sou uma vencedora- Estou VIVA!"( e não era " espírita"); depois deste dia, meu lema passou a ser" Vivo este momento, como se fosse o último desta minha existência, porque posso me arrepender de fazer algo, mas não vou me arrepender de tentar tudo o que vier as minha mãos"; passei a ver a vida como um PRESENTE( Sou Grata!), que a cada dia só dependeria de mim a estória que iria escrever- certa, errada? que importa?!? é a minha estória; somos todos um, independente de crenças, religiões, rótulos, cor... quando temos a chance de estar " cara a cara" com o outro lado, e voltarmos, certamente é porque ainda temos muiiiiiiito que fazer aqui!!!! cheers cheers cheers cheers cheers
Depois disto, vivo em gratidão, por tudo, com o passar dos anos, muitas outras situações me foram dadas a experienciar, SOU GRATA, e só tenho treinado, espero ainda ter bastante tempó pra continuar nesta escola, que agora com vcs ao meu lado, e com o Hooponopono fica tudo muito mais fácil!!!!! Razz sunny I love you Exclamation
Bjos no coração
Myrian

15 Re: A Grande Transição em Sab Set 13, 2008 5:39 pm

aldoluiz


Agora é que me caiu a ficha, me escapou a postagem da de Paula.
Não posso mais começar ou "continuar" nada sem antes dizer sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato!

Agora porém, há uma esperança. Não de adaptação, porque sei que realmente, não é a minha. Mas de achar a porta de saída. O portal. Com a chave de luz, vou abrir este portal e poder achar a minha Divindade. Não sei como é isso. Mas, peço pela limpeza. Tudo de bom, pode acontecer. Que assim seja, e assim será.
Todo e tudo o que fala de um Deus Criador que pune e castiga, para meu coração é desamor e não Deus, que é Expressão do Amor em Estado Puríssimo. Tudo o que me leva à ideia e prática masoquista de inferno e suas masmorras de inquisições é afastamento dessa verdade. "Inferno" vivi antes de receber a dádiva e prática do Ho'oponopono da Identidade Própria. Tudo se ordena em mim de forma rápida e, as vezes lenta, sempre "milagrosamente"... É o tempo do Divino... Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato! Meu Criador limpe em mim todas as memórias compartilhadas com este e outros mundos e transmute todas essas energias indesejáveis e vibrações negativas em Pura Luz. E assim está feito!
Não apenas quem pratica o Ho'oponopono. Não há carga sobre nossos ombros. Pelo contrário, nos liberta. Não precisamos ir tentar convencer ninguém de nada. Temos tudo o que todos possuem dentro de nós. Desligamos em nós. E pronto. O único probleminha é o tempo. Como Aldo disse, o tempo divino não é o mesmo nosso. Soluções podem ser demoradas. Além disso, nosso Eu consciente, não sabe direito quais são as soluções. Temos de entregar. Confiar. Temos de ter aquilo que costuma me faltar...paciência. Já vi que, questões de saude, são mais demoradas.
Fiquei prisioneiro de uma "virose", que chamo de gripe mesmo, atacou-me o corpo e principalmente o nariz e a garganta com auto-hemoterapia e tudo. Normalmente nosso corpo tem munição e combatentes para resolver isto em uma semana mas se as condições forem muito adversas sobe para trinta dias ou mais. todos aqui em casa passaram por isso e já estavam bem e eu continuava mal. Estava já desanimado comigo mesmo quando lembrei que não estava limpando em cima disso. Resolvi limpar associando ao processo EFT. O resultado foi rápido, espetacular. Bloqueios "infernais" por limpar...
Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato! Meu Criador limpe em mim todas as memórias compartilhadas com este e outros mundos e transmute todas essas energias indesejáveis e vibrações negativas em Pura Luz. E assim está feito!

sunny

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com/

16 Re: A Grande Transição em Dom Set 14, 2008 12:23 am

depaula


Boa idéia, Aldo. Começar e terminar sempre dizendo, Eu sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata.

Caiu a ficha à tempo. Sim, Deus é amor puro. Se não é amor puro, não é Deus.

A virose que tive (ainda não sarei por completo mas estou bem melhor), atacou o aparelho digestivo. Antes, eu tive uma espécie de gripe também. E com um pouco de sangue pelo nariz. Disseram aqui, que era devido a baixa umidade do tempo. Fiquei dormindo com uma bacia de água aos pés da cama. Tinha uma tosse seca. Acordava mal e ficava boa logo em seguida. Dia seguinte, acordava mal. E ficava boa depois. Foi assim por uns dez dias. A cada vez que eu tossia, ou espirrava, eu imaginava que eram as memórias saindo. Depois veio o problema digestivo, com boca amarga, e uma moleza terrível. Impossível fazer outra coisa a não ser deitar e dormir. Falando linguagem clara, que dor de barriga! Meu médico vem aqui duas vezes por semana ( sou chic demais. Ele vem praticar inglês comigo, e me receita de graça. Sou grata, sou grata, sou grata), e disse que era uma virose. Que toda a cidade estava atacada. Que eu estava com sorte, porque a maioria estava em pior estado, com vômitos, diarréia brava...E eu estava apenas com dores espalhadas, boca amarga, e moleza no corpo. Veja que então, a limpeza estava funcionando. Está funcionando, porque melhorei apenas comendo erva doce e bebendo suco de boldo, que tenho no quintal. E mais a limpeza, com um Reiki que inventei. Já contei que inventei isso? Aprendi num sonho uma parte. E depois, fui inventando mais coisas. Agora, eu faço o que fazia, mas dizendo " eu sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata", durante o processo. E mais. Antes, quando fazia para outra pessoa, eu focalizava na outra pessoa. Agora, focalizo dentro de mim. Estou tratando de mim, para sarar também o outro...a partir de mim.

Agora é a síndrome de Tietz. Tive isso no primeiro semestre, melhorou, e agora voltou. Doendo muitos nos ombros e nas omoplatas. Eu digo que são as asas nascendo. Laughing Mas, vou fazer fisioterapia. Não creio que o Hooponopono impeça alguma ajuda extra. Tenho problemas de postura aqui no computador.

Outra coisa: segundo o que tenho lido, sintomas como estes que estamos sentindo, estão ocorrendo com frequência, devida as novas energias, e mudanças no planeta. Como será bom quando disserem os novos sintomas....Bem estar, leveza, paz interior, milagres ocorrendo o tempo todo...

lol!

Sinto muito, te amo, me perdoa, sou grata

17 Re: A Grande Transição em Dom Set 14, 2008 7:25 am

Ametista


Sinto muito, Me Perdoe, te Amo, Sou Grata!!!!!!! Exclamation sunny cheers

"Saúde e Paz, o resto a gente faz!!!!!"
Normalmente falo isto durante meu dia, mas as 4 frases do Ho'oponopono estão inseridas em minhas células, e acho que nem preciso mais pensar nelas, elas simplesmente são!!!!!!
Ontem tb usei as frases à noite fazendo um a massagem facial no meu marido que está com uma tosse há mais de 10 dias( sinusite), certa de que a limpeza está sendo feita!!!!Sou Grata!!!!
Nossos corpos físicos estão necessitando expurgar atraves de diferentes sintomas nossas toxinas( físicas ou psíquicas), para dar origem ao novo( sabem que a cada minuto nossas células se renovam, e que nossos órgãos são completamente diferentes no seu arcabouço celular a cada 24hs???!!!); daí, se podemos ajudar-nos façamos nossa " faxina", vamos focar a Saúde, a Paz, o Equilíbrio, a Harmonia, e tudo o mais que merecemos , pois somos seres DIVINOS e as doenças são apenas formas que o Divino em nós utiliza para nossas devidas correções( Sou Grata!); smepre que somos chamados a elas( doenças), não entendemos à princípio a mensagem implícita, mas TODAS são para retificação. Uns precisam de poucas " sacudidelas" outros de muiiiiitas, mas o que importa é que um dia possamos aprender a decifrar estes códigos e nos tornarmos seres melhores!
Bjos no coração
Myrian

18 Re: A Grande Transição em Seg Set 15, 2008 10:21 am

TechN9ne


Esse foi um dos melhores tópicos que já li aqui no fórum, sério. Cool Cada vez mais estou me livrando do pessimismo que me dominou há anos depois de me sentir escravo de um sistema fadado a me controlar feito fantoche. Uma coisa simples como ler um texto BOM, um verdadeiro texto BOM, me libertou, e quantos mais textos BONs eu lia, melhor eu ficava. Esse é um grupo deles. Isso é incrível. Cês são fantásticos. Graças ao Cara eu conheci vcs. afro

19 Re: A Grande Transição em Ter Set 16, 2008 8:00 pm

Ametista


TechN9ne" Very Happy Razz Wink I love you sunny
Diiz -se que quando o discípulo está pronto, o mestre aparece!!!!! Aqui, na verdade somos todos DISCÍPULOS, APRENDIZES!!!!!( Sou Grata cheers cheers cheers ). lembra daquela frase" Quanto mais sei, mais sei que nada sei?!?!"( Sócrates), se aplica muito bem, porque nem sempre conhecimento significa sabedoria, e crescemos quando compartilhamos; é gratificante caminharmos juntos; SOMOS TODOS UM!!!!!
Saudações fraternas

Myrian flower

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum