Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

O porquê não...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 O porquê não... em Dom Set 07, 2014 7:45 am

Al McAllister


Admin
A Marcia fez esta postagem recentemente, um alerta muito importante pois há conveniências e ingredientes que na realidade impedem você se realizar no "Emagrecer". Esta informação está postada em "Assuntos" e para facilitar estaremos colocando neste tópico os links de acesso ao conteúdo que traz esclarecimento para muita coisa que é divulgada como benéfioca e útil mas na realidade é enganação.


O Porquê não do Forno Micro-ondas


Perigos de usar o micro-ondas

 Comer alimentos requentados diariamente ou cozidos com o microondas causa danos permanentes ao longo do tempo devido às transformações que sofrem os nutrientes da comida.

 O corpo humano não tem a capacidade de desdobrar as substâncias desconhecidas, isto é, o que se forma no interior dos alimentos aquecidos nestes eletrodoméstico.

 A produção de hormônios (femininos e masculinos) se altera ou interrompe.

 Os sais minerais dos vegetais se transformam em radicais livres, causando o câncer.

 O consumo de alimentos preparados no microondas provoca o crescimento de tumores cancerígenos no estômago e no intestino (por isso são tão frequentes os casos de câncer no cólon).


 O consumo periódico destes alimentos causa o aumento das células cancerígenas nos tecidos.
Enfraquece o sistema imunológico devido às alterações causadas na plasma sanguíneo e nos gânglios linfáticos.

 Altera as funções cognitivas do cérebro, o que provoca a perda da memória, instabilidade emocional e falta de concentração.

 Os nutrientes, minerais e vitaminas da comida se reduzem ou alteram no microondas, por isso, é “como se não o tivéssemos consumido”.

 São destruídos até 75% dos antioxidantes dos alimentos, as ondas eletromagnéticas fazem vibrar as moléculas de água gerando uma fricção de dentro para fora, alterando a estrutura química.

As paredes celulares das verduras aquecidas com este eletrodoméstico aparecem desgarradas completamente se vistas com um microscópio.


 Geram radiação eletromagnética.


 Desvitalizam os alimentos em nível energético.

 Esquentar o leite materno no micro-ondas é um erro enorme. Outra das pesquisas com relação ao uso do microondas diz respeito a sua utilização para esquentar o leite materno que é consumido pelos bebês. Os pediatras informam que este não é um hábito muito saudável e orientam as mães para evitarem essa prática, evitando também problemas de saúde aos seus filhos.



Leia o restante do artigo aqui.


_________________
© 2007-2014 Soubem Ltda.    www.soubem.com
http://soubem.com

2 O Porquê não do Aspartame em Seg Set 08, 2014 4:56 pm

Al McAllister


Admin
Glutamato Monossódico e Aspartame, por Ignez Lopes de Carvalho


Já estão aparecendo no Brasil algumas matérias em jornais e revistas falando dos problemas que estas substâncias causam. Sobre o Aspartame fala-se um pouco mais e médicos já começam a alertar seus pacientes.
A situação de saúde no país, provocada por estas substâncias, está mais séria do que parece. Em meu consultório atendo a pelo menos um paciente por dia com sérias conseqüências provocadas por consumo de Aspartame e/ou Glutamato Monossódico, a maioria ainda sem diagnóstico. Em trabalho que faço como voluntária, atendendo pessoas carentes, o problema maior é com o Glutamato.

Pior! Poucos médicos estão alertas a este problema. Em alguns casos, tentando aliviar seus pacientes destes sintomas, receitam medicamentos que pioram ainda mais a situação.

Além da intoxicação por Aspartame e/ou Glutamato Monossódico, estes pacientes passam de um especialista a outro, e somam medicamentos. Chegam impregnados de anti-inflamatório, medicações neurológicas, psiquiátricas, corticóides, entre outros, sem muito resultado.

Outro problema que vem acontecendo, é o uso de aparelhos ortodônticos (principalmente os aparelhos fixos), na tentativa de resolver problemas de ATM - Articulação Temporo Mandibular, que aparecem como sintomas do consumo destes produtos. Como provocam contração muscular, acabam causando dor e estalos ao abrir a boca, ou falar, e bruxismo (ranger destes) principalmente à noite, acordando com muita tensão na articulação. Aparelhos fixos não ajudam nestes casos e muitas vezes prejudicam, podendo inclusive piorar os sintomas.

Trabalhar com disfunção da ATM exige uma especialização. O conselho de odontologia reconheceu esta especialidade como DCM - Desordem Crânio Mandibular. Se o seu problema é de ATM - Articulação Temporo Mandibular, procure um especialista em DCM - Distúrbio Crânio Mandibular. Se você tem um problema ortodôntico e de ATM, procure por um ortodontistas que tenha especialização em DCM.

Dor de cabeça, zumbido nos ouvidos, tonteiras, podem ser sintomas de alteração da articulação da boca (ATM). São também sintomas causados por estas substâncias. Ainda que a pessoa já tivesse alteração da ATM, ao consumir Aspartame e Glutamato, piora muito.
Sem dúvidas, retirados os químicos, é provável que você precise da ajuda tanto de um profissional da odontologia especializados em DCM - Desordem Crânio Mandibular como de um fonoaudiólogo.

Na área da fonoaudiologia, os problemas causados com o consumo destas substâncias, poderá ter que ser trabalhada em paralelo com o odontólogo (dentista) ou não, dependendo do nível de comprometimento. O fonoaudiólogo deverá trabalhar com a área de "Motricidade Oral". Algumas vezes você ainda terá que passar para um fonoaudiólogo especialista em voz.Dê preferência a profissionais que utilizem as técnicas da Kinesiology, pois vão trabalhar mais rapidamente. E como são muito potentes, além de acelerar sua recuperação, na maioria das vezes evita que você tenha que passar por diversos especialistas.

Além do mais, o profissional que trabalha com as técnicas da Kinesiology, em especial os formados pelo IBBM - Instituto Brasileiro do Balanceamento Muscular - Balanceamento Muscular / Kinesiology, estão acostumados a trabalhar em parceria com odontólogos que dominam o que há de melhor em DCM.
Estão classificados até hoje, 92 sintomas ligados ao consumo de Aspartame e Glutamato Monossódico.

VOCÊ SOFRE DE:
- Dor de cabeça
- Dor da cabeça aos pés
- Depressão
- Tonteira
- Dor ou queimação no estomago
- Dor na ATM - Articulação Temporo Mandibular (articulação da boca)
- Tensão nos ombros, ou até em todos os músculos do corpo
- Insônia ou muita moleza
- Você também pode estar inchado, ou sentindo os músculos "moles"
- Sua visão pode estar borrada, turva
- E de repente você pode ter ficado com dificuldades na escola,
- Ou pensa que sua idade está acabando com a sua memória,
- Zumbido, convulsões, taquicardia?
- Está tendo problemas de pressão arterial e não consegue estabilizar.

Você pode estar sofrendo da Doença do Aspartame, ou da Doença do Glutamato Monossódico, ou até das duas.
Para diabéticos o consumo de Aspartame é ainda pior. Os sintomas são mais graves e ainda dificulta o controle da glicemia.

Até sintomas de Alzheimer, Esclerose Múltipla e Mal de Parkinson estão acontecendo.

Se você está grávida ou pretende engravidar. Se você está amamentando. Por favor, retire imediatamente estas substâncias da sua alimentação. Seu bebê não dorme, chora muito, é agitado, tem muitos gazes? Procure se você não está usando algumas destas substâncias, mesmo que seja só um pouquinho. Elas passam para o leite. Já foi a todo tipo de médico... Já fez todo tipo de exame... Ninguém descobre o que você tem. Pode ser até que você esteja tomando remédios neurológicos ou psiquiátricos para pelo menos tentar melhorar os sintomas. Pode ser que você esteja tomando antiinflamatórios, algumas vezes, corticóides. E você não melhorou, pouco melhorou, ou até piorou. Ainda que às vezes você tenha sido diagnosticado com "síndrome da fadiga crônica", ou "fibromialgia".
Você pode estar sofrendo da Doença do Aspartame, ou da Doença do Glutamato Monossódico, ou ate das duas. Ou pelo menos tendo seus sintomas piorados.


O que fazer?


1º Pegue uma lata de lixo. Vá a sua geladeira e a sua dispensa, com uma lupa (porque eles botam uma letra bem pequena como se ingredientes fossem sem importância) e jogue TUDO que contenha Aspartame e Glutamato na lata do lixo.

Refrigerantes, produtos dietéticos, chicletes que dizem "não contem açúcar", pozinho de macarrão instantâneo, sopas e macarrões semi-prontos, farofa pronta, todos os "produtos da monica", a maioria dos temperos prontos em pacotinhos e tabletinhos do tipo caldo de carne, galinha, etc. Alguns preparados de alhos com sal também estão com glutamato. Tome cuidado com os molhos de tomate e com Presunto, Mortadela, Salsicha, Lingüiça e outros embutidos. Aves já temperadas, hambúrguer, empanados. A maioria das empresas que produzem estes produtos passaram a utilizar Glutamato. Utilize somente Sal Tradicional, Sal light está acrescido de Glutamato Monossódico. Sal com realçador de sabor também (do tipo Ajinosal).

Obs.: Não fique com pena do dinheiro que você gastou. Você esta gastando muito mais na farmácia.
Não faça a maldade de dar para sua empregada, nem para o porteiro do prédio. Mesmo que eles peçam. O mais certo é destruir antes de colocar no lixo.

2º Procure seu médico imediatamente e avise a ele que você estava usando estas substâncias. Ele provavelmente vai lhe indicar alguns comprimidos de magnésio, selênio e algumas vitaminas para ajudar você a detoxicar. E depois vai tratar intestinal destruída, as chamadas disbioses. Alguns casos pode acontecer também a necessidade de cuidados com os rins.

3º Se o seu medico é homeopata, vai lhe indicar também um drenador de fígado.

4º Tome muita água.

5º Procure fazer uma alimentação de detoxicação. Muita verdura crua de plantação orgânica, arroz integral, frutas. Ideal será pedir ajuda a um nutricionista especializado em detoxicação, de preferência que tenha também conhecimentos de Medicina Chinesa.

6º Se você já domina teste muscular, teste por um suco de fruta que mais te beneficie. Testando meus pacientes os sucos que mais aparecem são: maçã, melancia, graviola e água de coco.

7º Procure um profissional que trabalhe com as técnicas do Balanceamento Muscular para que você possa agora se recompor. Temos técnicas que ajudarão a detoxicar esses químicos, e lidar com as conseqüências que estas porcarias deixaram no seu corpo.

8º DIGA NÃO aos restaurantes que estão utilizando estas substâncias.

Eles passaram a utilizar Glutamato Monossódico, para facilitar e acelerar o tempo de tempero da comida. Da menos trabalho, ainda que seja em detrimento da sua saúde. Alguns o fazem por desconhecimento. Outros o fazem com conhecimento de causa. 

Cuidado também com churrascarias. Recentemente descobrimos que sal grosso para churrasco está sendo acrescido de Glutamato de Monossódico.

Muito cuidado ainda com pipoca em shopping e cinema e frango pronto em padarias. Salgados estão levando Glutamato no recheio e na massa. Até milho verde cozido na beira da praia eu já encontrei servido com Glutamato.

O mesmo acontece em relação ao Aspartame. Pensando estar fazendo o melhor, muitos fabricantes de doces, chocolates e lojas de torta passaram a utilizar Aspartame. A questão é; uma vez que produtores de alimentos tomam conhecimento de uma situação tão séria, porque não procuram por mais informações de imediato e não fazem as devidas correções rapidamente?

9º Se você é proprietário de um estabelecimento que trabalhe com alimentos, já tomou conhecimento deste problema e já eliminou estas substâncias, deixe seu freguês saber. Coloque um aviso em lugar de destaque para que possam comer tranqüilos. Não esqueça de tomar cuidado com os ingredientes como presunto, molho shoyu, molho inglês, molhos de tomate industrializados, etc. A grande maioria contém Glutamato, mas algumas indústrias ainda não utilizam. Você só pode garantir que não utiliza estas substâncias se NENHUM ingrediente contiver GLUTAMATO ou ASPARTAME.

10º Se você é uma industria que não utiliza estas substâncias, deixe seu consumidor saber. Algumas indústrias estrangeiras já utilizam um destaque com as palavras, sem glutamato, ou não contêm Aspartame.

E eu vou comer o que?


Está é a forma mais saudável de se Alimentar
Esta é a pergunta que ouvimos quando acabamos o relatório dos produtos que devem ser retirados do cardápio porque contêm Glutamato Monossódico e Aspartame. Mais confusos ainda ficam diabéticos e obesos.

A outra pergunta, no caso de crianças é: "E o que ele vai comer na escola?"
Não vou aqui tecer considerações em relação à alimentação ideal, mas apenas procurar mostrar que a retirada destas substâncias não complicam tanto assim. E friso que algumas das sugestões, não são o ideal da alimentação mais saudável, mas isto é questão para outros artigos. E preferencialmente para um nutricionista.
O hábito cultural alimentar do brasileiro é dos melhores no mundo. Nosso corriqueiro feijão com arroz, uma carne, legume, verdura, salada, e muitas vezes farinha de mandioca ou uma farofinha.


O que mudou para você passar a usar químicas que possam parecer mais saborosas?

Cozinhar o feijão, continuamos a cozinhar, mas depois de cozido, o sal e o tempero, exigem um tempo a mais de fervura para que possa absorver o tempero. Com o uso do glutamato monossódico no sal ajinomoto, cubinhos de tempero, sazon, sal light ou algum outro engodo, você passa a ter um feijão que não chegou a absorver o tempero, mas que passou a levar um excitante cerebral que dá a impressão de sabor.
Solução: volte a temperar o feijão meia hora mais cedo, e relembre o verdadeiro sabor do feijão.

O mesmo acontece em relação a carnes. Você lembra que há não muito tempo temperávamos as carnes que seriam assadas ou cozidas de véspera, e ficava na geladeira até o dia seguinte? Então você passou a temperar na hora, utilizando temperos que contenham glutamato monossódico. Você acha que a carne absorveu o tempero? Não, estas substâncias não aceleram a assimilação do tempero.
Aliás, o glutamato começou a ser utilizado principalmente para mascarar o sabor em alimentos fabricados com ingredientes pobres, como hambúrguer, linguiça, salsicha, apresuntado, etc. de certos fabricantes.

Se você precisa utilizar fondor, gril, e semelhantes em bifes, é possível que você não goste de bife. Nenhum problema. Utilize carne preparada de outra forma ou opte por não utilizar carne na sua alimentação. Não há nenhum mal em não comer carne, desde que você procure orientação de um bom nutricionista para que possa suprir os nutrientes contidos na carne. É muito comum vermos deficiência de Vit. B12 em pessoas que não consomem carne. Isto acontece porque a dieta está desbalanceada.

Temperar bife tem alguma ciência. Coloque os temperos do seu agrado sobre o bife (sal, alho, pimenta, etc..) e só então bata o bife. Pronto, você não precisa de temperos com glutamato monossódico.

Algumas pessoas gostam de usar amaciantes de carne. Existem diversas maneiras de fazê-lo utilizando produtos naturais. Por exemplo, com suco de abacaxi ou ananás, na carne crua e fria, deixar descansar por alguns minutos. (O sal diminui a ação da bromolaina, enzima que age para amaciar a carne, o aquecimento também). Utilize o sal depois. Outras enzimas que amaciam a carne são a "papaína", no mamão verde (mais difícil se você não tem mamoeiro em casa) e a "ficcina" do figo (um pouco caro, não?).

Então vem a pergunta. Se existe a "bromolaina" em pó, por que não utilizá-lo? Se você encontrar alguma marca que não contenha glutamato monossódico, vá em frente!

E experimente utilizar outro óleo que não seja o de soja. Deixa um gosto pesado, em algumas marcas até gosto de peixe. E de novo o glutamato passou a ser uma forma de excitar o cérebro para disfarçar o gosto. Aliás, bom mesmo eh óleo de coco de babaçu, que menos hidrogenável.

Legumes e verduras cozidas que serão utilizados em saladas, devem ser temperados ainda mornos, pois frios não absorvem os temperos. Principalmente as batatas.

Então vêm algumas queixas, com relação ao trabalho de descascar alho, quando existe tempero pronto com sal e alho. Dê uma procurada no supermercado, que você encontrará alho já descascado, e mesmo alho conservado com ácido cítrico. Estejam cientes que alho é um dos produtos que recebem mais químicas na plantação. Os orgânicos agora começam a chegar as revendas, mas não é nem necessário repetir que é o ideal, tanto em termos de saúde e paladar.

Em relação a molho de tomate, você precisa ter muita atenção. A maioria está com glutamato monossódico. E agora a Cica ainda se associa em propaganda dizendo que o molho Pomarola esta com caldo Knorr. A muito que este molho já tem Glutamato Monossódico. Muito cuidado! Bom mesmo é aquele molhinho de tomate que você faz em casa.

Outra coisa a saber, é que os molhos, extratos ou purê de tomate comprados prontos levam muito açúcar. Engordam!
É muito trabalhoso? Nem tanto. Faça uma quantidade maior e congele. Se você lavar e picar os tomates, colocar na panela com sal, e cozinhar. Passa tudo no liquidificador e se preferir depois numa peneira. E bem batido, quase não sobra nada na peneira.

E você pode escolher fazer um bom refogado e já cozinhar com os temperos, ou refogar depois de peneirar. É bem rápido, e fica pronto por um bom tempo.
A questão é que nossas avós não tinham liquidificador. Então ficou aquela idéia de que tínhamos que tirar a pele e as sementes para não entupir a peneira.
Em ultimo caso, já existem molhos de tomates feitos com tomates orgânicos, sem conservantes ou outros aditivos químicos. Você pode encontrar em boas lojas de produtos orgânicos. O que muda é que produtos sem conservantes têm menor prazo de validade. Então não compre muita quantidade.

E os macarrões. Há algum tempo surgiu o macarrão semipronto, ou instantâneo. Gostoso como o macarrão caseiro não é mesmo. Mas em alguns momentos até que quebram o galho. Principalmente quando a garotada chega tarde das festas. O Glutamato está no "pozinho". Então uma vez ou outra, até vai. Jogue o saquinho de tempero no lixo, e tempere você mesmo.

Sugestões dadas pelos próprios meninos: manteiga, alho e óleo, molho de tomate ou creme de leite. Eu sugiro um ovo para melhorar o valor nutricional.
Outra ótima sugestão, bem mais alimentícia, com carne moída no molho de tomate.

Bolonhesa. Quando fizer o molho de tomate, faça também carne moída com o molho de tomate que você acabou de fazer. Quando estiver pronto, coloque azeitonas. Azeitonas pretas ou verdes. Faça dos dois tipos que muda o sabor. E congele em porções individuais, que se descongelam bem rápido quando for necessário.

Farofa - Dá um pouquinho de trabalho para fazer, eu concordo. Mas utilizar farofa comprada pronta é terrível, não só pelo Glutamato, mas também pelo tipo de gordura utilizada.
Uma vez que muitos brasileiros não passam sem a farofinha, vamos a algumas dicas que facilite fazê-la em casa, e bem gostosa.
Farofa suporta bem em geladeira, sem perder o sabor. Assim, para os que trabalham fora e não têm tempo para fazê-la diariamente, pode ser feita em uma maior quantidade, durando 2 ou 3 dias.
Farofa tem seus segredos. E não é só o glutamato que deixou a farofa "melhor". Então procure por farinha de mandioca "crua". E esteja atento se você prefere a farinha bem fina ou mais grossa.
Coloque a gordura na frigideira e frite o tempero de sua preferência. Bastante cebola fritinha fica uma delícia. E quando frita perde o amargo. Alho só deve ser usado quando é da preferência de toda a família.
Se você gosta de farofa de ovo ou de banana, se gosta de passas ou ameixas, reserve para ser colocado depois da farofa pronta.
A quantidade de óleo ou gordura a ser utilizada, vai depender se você gosta da farofa mais "molhada" ou mais "seca". Vá experimentando até chegar a sua preferência. Porém esteja atento que este é um dos segredos. Farofa é diferente de farinha torrada. E utilizar um pouco mais de gordura, pode ser o segredinho que estava faltando. Para prevenir de estar usando muita gordura saturada, uma boa opção é utilizar óleo de Coco de Babaçu. É mais estável, custa mais a hidrogenar. Ao retirar da geladeira ela parece meio endurecida, mas ao ser aquecida, volta a ficar soltinha.
Então coloque a farinha em óleo bem quente, para que ela comece a ser cozida com a temperatura do óleo. Não esqueça o sal. Abaixe o fogo para o mínimo e com uma colher de pau, além de virar a farinha - amasse a farinha de forma que a gordura entranhe na farinha. Se começar a escurecer muito rápido, retire do fogo e continue com o processo de amassamento e de virar a farinha e volte para o fogo. Está pronta quando perder o gosto de farinha crua, sem, contudo, estar muito escura.
O outro segredinho pode estar aí. Você pode estar utilizando uma quantidade de gordura adequada, mas sem o amassamento, a gordura não entranha na farinha. Duvido que depois você vá querer comer outra farofa.
Então, agora você pode colocar ovo mexido e/ou passas, banana frita, e tudo mais que você quiser. Incluindo deixar a base pronta e variar acrescentando cada dia um complemento diferente. Aqueça somente a quantidade que será utilizada.
Obs.: Esta farofa é muito gostosa, mas não exagere, por causa da gordura.

Sal - Sal é sal simples, iodado. Sal light pode ter sido desenvolvido com boa intenção. Mas colocaram glutamato monossódico. Uma vez que foi desenvolvido principalmente para casos de hipertensão, é simplesmente sem nexo. Algumas marcas de sal grosso para churrasco também acrescentaram glutamato.
Biscoitos - Estão colocando glutamato em alguns biscoitos de sal. Preste atenção. Leia os ingredientes dos biscoitos antes de comprar. Escolha os que não têm glutamato.

Outra sugestão que eu gosto de dar, e que tem sido muito divertido com as crianças, é colocá-las na cozinha. Então encontrar um espaço, às vezes como programa de tarde aos sábados ou domingos pode ser o princípio, e tem ajudado a fazer as crianças aprenderem que existem alimentos diferentes daqueles comprados no supermercado ou na cantina da escola.

Pode se começar com biscoito, por exemplo, de nata, de maizena ou de manteiga. . Lembra dos casadinhos de goiabada, ou de outra geléia? As crianças vão se divertir, ler receitas, exercitar e matemática nas medidas e pesos. E principalmente vão provar e levar para a escola, como um troféu as coisas que elas próprias fizeram. Não estranhe de ouvir expressões de que são mais gostosos.

Para estimular mais a garotada e competir com aquele pacote cheio de conservantes, inventem. Desenhem carinhas, usem cortadores com forma de bichinhos, preencham olhinhos e boquinhas com um pouquinho geléias. Nos casadinhos um lado com a carinha, já faz o colorido.

As geléias também em podem ser feitas em casa. Bastando colocar a fruta na panela com pouca água. O açúcar da fruta já é suficiente para adoçar sem precisar das crianças estarem se entupindo de açúcar. E eles adoram aprender como as frutas se transformam em geléias.

Depois eles já vão gostar de fazer pãezinhos, enfeitar pratos, montar uma linda travessa de salada... Tem dado muito certo, aos poucos eles vão experimentando folhas, cenoura ralada, tomate, ervas que eles gostam mais do gosto para fazer molhos, etc. Alguns pais aproveitaram para trabalhar com as crianças o habito de fazer pequenas pesquisas para saber que vitaminas estarão consumindo, ou como uma planta nasce.

Uma família, com um filho que estava difícil para se alimentar, plantou um tomateiro. A criança acompanhou o crescimento da planta e depois o nascimento e amadurecimento do fruto, e lógico, disputaram o primeiro! A partir daí vieram as provas, e as visitas a quitanda orgânica. Uma coisa de cada vez. Atenção: não esqueçam de deixar combinado que fogão e aparelhos eletrodomésticos só com supervisão de um adulto!

Ignez Lopes de Carvalho


Veja mais sobre estas substâncias aqui


_________________
© 2007-2014 Soubem Ltda.    www.soubem.com
http://soubem.com

3 O Porquê NÃO do óleo Canola em Seg Set 15, 2014 12:17 pm

Admin


Admin
Artigo do Dr. Paulo Maciel, texto de  José Carlos Brasil Peixoto – médico

Canola: A Planta que Deus não Criou...




A canola é mais uma destas histórias atuais, que mostram como a ciência, afastada do comum das pessoas, se torna cúmplice de atitudes públicas, que podem ser perigosas para a saúde coletiva.

Em primeiro lugar, é preciso estabelecer a seguinte questão: o que é canola, que, afinal, nem consta nas encicoplédias (Comptons e Encarta de 96)?

Vejam só: Canola é novo nome da Colza. Colza? Novo nome? O que é  isto afinal? Bem a Colza é uma planta da família das mostardas. É a mesma planta que foi a fonte de produção do agente mostarda, gás letal usado de forma terrível na Guerra Mundial. O óleo de colza é utilizado como substrato de óleo lubrificante, sabões e combustível, sendo considerado venenoso para coisas vivas: ótimo repelente (bem diluído) de pragas em jardins. Este poder tóxico é proporcionado pela alta quantidade de ácido erúcico que contém.

Tem sido usado de forma alimentar no Extremo Oriente, na forma não refinada, e contrabalançada com uma dieta rica em gordura saturada, o que evitaria seus graves efeitos tóxicos.

No entanto no ocidente o objetivo era se produzir um óleo com pouca gordura poliinsaturada, e boa quantia de ácido oléico e omega-3. O óleo de oliva tem estes predicados, mas sua produção em larga escala é dispendiosa.

Aí entram em cena empresas de “ótimas intenções”, como a Monsanto, e produz uma variação transgênica da colza. Para evitar problemas de marketing, usa o nome CAN – OLA (“Canadian oil“ – ou “óleo canadense“). Isto mesmo: CANOLA é absolutamente transgênica.

       


Canola                                                     Colza

Flores da Canola e da Colza – repare nas semelhanças                                 

Sua comparação aos benefícios do óleo de oliva não passa de uma estratégia de venda: o óleo de oliva é bem mais caro, mas a canola é o mais caro do que os outros óleos, apesar de ser de produção baratíssima! Bom negócio, enfim.

Bem, se você não queria usar transgênicos sem seu expresso consentimento, mas já usou o óleo de canola, talvez até aconselhado pelo seu cardiologista ou nutricionista, fazer o quê? Perdemos o direito desta opção quando nos foi retirada toda a informação. Mas se é  tão bom assim como se diz, porque não informar tudo a respeito?

O óleo de canola está longe de ser tão salutar assim como se alardeia. Se observarem bem, pode deixar um cheiro rançoso nas roupas, pois é  muito facilmente oxidado, e seu processo de refinamento produz as famigeradas gorduras trans (igual problema das margarinas), relacionadas a graves doenças incluindo o câncer. Produz déficit de vitamina E, antioxidante natural. Alimentos feitos com canola embolaram mais rapidamente.

As pequenas quantias de ácido erúcico, que ainda persistem na planta alterada, continuam sendo tóxicas para consumo humano, e esta ação tóxica é cumulativa. Existem relatos de inúmeras outras enfermidades ligadas à ingestão e até mesmo a inspiração de vapores de canola (possível vínculo com câncer de pulmão).

A canola também ilustra um jeito de funcionar das mega empresas de biotecnologia. Em abril de 2002, nos Estados Unidos, o CFS (Centro de Segurança Alimentar) e o GEFA (Alerta de Alimentos Geneticamente Produzidos) pediram uma investigação criminal contra a Monsanto e a Aventis mais o Departamento Americano de Agricultura, que haviam permitido o ingresso ilegal de sementes de colza modificada para dentro do território americano antes da aprovação legal desta importação para produção local. Aqui e lá tudo funciona meio parecido.

A própria liberação da canola no território americano contou com estímulo de US$50 milhões do governo Canadense para que o FDA (órgão regulador) facilitasse seu ingresso na indústria alimentar de lá, mesmo sem os adequados estudos de segurança em humanos.

Enfim, novamente nos defrontamos com uma situação em que a mão do homem subverte o bom senso entre ciência e saúde, ao que parece porque os interesses econômicos são muito mais persuasivos que os interesses dos consumidores.

Mas o pior é que não podemos contar com os meios de informação, que sistematicamente informam o que interesses maiores julgam mais oportuno.

A canola, podemos ter certeza, é uma fração pequena do mundo obscuro do capitalismo científico, que pesquisa fontes de enriquecimento muito mais entusiasticamente do que as verdadeiras fontes de saúde, vida e paz!


_________________
© www.soubem.com

4 Adoçantes artificiais em Seg Set 22, 2014 10:21 am

Admin


Admin
Quem consome adoçante tende a engordar mais do que quem come açúcar por uma questão de metabolismo. – Simone Marinho / Agência O Globo


RIO – Longe de ajudar no emagrecimento, adoçantes para bebidas como o café podem aumentar a intolerância à glicose e o risco de diabetes. A conclusão faz parte de um estudo publicado na revista “Nature”.


Os cientistas descobriram que, ao dar a ratos água misturada com três adoçantes em doses usadas entre humanos, os animais desenvolveram intolerância à glicose em questão de semanas.


Isso aconteceu porque as substâncias alteraram o equilíbrio de micróbios do intestino que têm sido associados ao metabolismo. Elas também afetaram a composição e função das bactérias intestinais em um pequeno número de voluntários humanos.


Até então, pensava-se que os adoçantes aceleravam o metabolismo e ajudavam no emagrecimento.
O estudo ressaltou, porém, que a reação das pessoas aos adoçantes pode variar dependendo do tipo de bactéria que abrigavam. Foram identificadas duas populações diferentes de micróbios intestinais: uma que provocou a intolerância à glicose quando exposta aos edulcorantes, e outra que não.


Algumas bactérias também reagiram a adoçantes artificiais através da secreção de substâncias que provocaram uma resposta inflamatória semelhante a uma overdose de açúcar.



Os cientistas pediram cautela com os resultados da pesquisa, já que os testes foram feitos em apenas sete voluntários humanos até o momento. No entanto, eles já recomendam que todos evitem o uso exagerado de adoçante. No lugar de bebidas açucaradas, a água.

Fonte: http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/adocantes-podem-elevar-intolerancia-glicose-risco-de-diabetes-13971405




ED:
A mídia convencional sempre faz uma apologia ao uso de conservantes, edulcorantes, e outros "aromatizantes" em alimentos - já que muitos dos anunciantes produzem essa química ou tem vínculos com os fabricantes. É uma questão política, então a informação é sempre parcial e com alguma coisa amenizando ou desacreditando a pesquisa (vide o final do artigo) - como fizeram recentemente com a pesquisa francesa sobre o milho transgênico. 

O que está escrito no artigo acima é corroborado aqui.


_________________
© www.soubem.com

5 O Porquê NÃO do Trigo em Qua Set 24, 2014 8:34 pm

Admin


Admin
A eliminação do trigo da sua alimentação pode resultar em rápida e fácil redução de peso. Veja a entrevista abaixo e leia o artigo aqui.










_________________
© www.soubem.com

6 O Porque Não dos Sucos... em Qua Out 22, 2014 5:53 am

Al McAllister


Admin


_________________
© 2007-2014 Soubem Ltda.    www.soubem.com
http://soubem.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum